Sociedade

Terrenos são sorteados hoje com transmissão televisiva

dd

Os primeiros beneficiários de terrenos infra-estruturados na Centralidade do Kilamba, em Luanda, são conhecidos hoje, a partir das 10 horas. O sorteio decorre no Hotel Epic Sana, com transmissão em directo pela Televisão Pública de Angola (TPA).

Ao todo, 54.986 candidatos inscritos, entre 10 de Dezembro de 2019 e 10 de Janeiro deste ano, vão estar com os olhos fixos na televisão para acompanhar o rolar das bolas esféricas da lotaria.
Haverá seis sorteios no mes-mo dia, nomeadamente para terrenos de habitação unifamiliar, multifamiliar, comércio, cultura, ensino e saúde.
Estão disponíveis 560 lotes e, deste número, 468 estão destinados a habitações unifamiliares, 61 multifamiliares, sete para ensino, cinco para saúde, oito para o comércio e 11 para cultura.
O administrador da Em-presa Gestora de Terrenos Infra-estruturados (EGTI), Kilson Gouveia, disse ao Jornal de Angola que 41.265 cidadãos concorreram aos terrenos de habitação unifamiliar (vivendas), 6.628 para multifamiliar (edifícios de até 5 pisos) e 925 para construção de infra-estruturas de cultura e lazer.
Aos terrenos disponíveis para actividade comercial concorrem 5.251 candidatos, sendo que para construção de estabelecimentos de ensino estão reservados 566 e outros 351 para serviços de saúde (clínicas e fármacias).
O sorteio acontece por via de uma plataforma informática que escolhe de forma aleatória o código do candidato, em função da tipologia do terreno, semelhante ao sistema de selecção de residências no Zango 5, realizado a 20 de Fevereiro.
Na realidade, o software irá gerar, automaticamente, pelo algoritmo computacional, uma lista de precedências que deverá conter apenas o código de candidatura.
Os sorteios serão coordenados e supervisionados pelo Instituto de Supervisão de Jogos, em colaboração com o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC).
De acordo com o regulamento, foram estabelecidos dois critérios de exclusão para as pessoas que se habilitaram a participar no sorteio de aquisição dos lotes.
A de candidatos que preencheram as fichas de forma incorrecta e a inexistência de um meio de comunicação válido para que seja estabelecida a comunicação entre as partes. Outro critério é o da falta de capacidade financeira para a aquisição dos lotes durante o processo de negociação entre os sorteados e a EGTI, além de irregularidades como falsas declarações ou falsificação de documentos que se verificarem no acto de entrega.

Dimensão dos terrenos

Os lotes de pequena dimensão são de 15 por 25 metros, que corresponde a 375 metros quadrados de área total.
As estruturas de uso misto, o metro quadrado custa 150 dólares, o multifamiliar 141 dólares, ao passo que na zona para habitação unifamiliar o metro quadrado varia entre 96 a 150 dólares, ao câmbio do Banco Nacional de Angola (BNA). O preço do terreno é calculado em função da área bruta de construção, tipologia do projecto e o número de pisos. O pagamento será realizado com 20 por cento de entrada durante a assinatura do contrato.
O administrador reiterou que os preços dos terrenos possuem referência ao dólar, porque os custos de infra-estrutura das respectivas áreas foram estabelecidos em moe-da estrangeira.
Os espaços disponíveis para construção possuem sistema de drenagem, acesso à água potável e energia eléctrica.

FONTE:JA/AG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo