Sociedade

Sorteio das habitações é realizado hoje

dd

O sorteio para aquisição de habitação na Centralidade do Zango 5, município de Viana, em Luanda, tem lugar hoje com transmissão televisiva, a decorrer nas instalações do Instituto Geográfico e Cadastral de Angola (IGCA), a partir das 10 horas.

Segundo o director do Gabinete de Tecnologias de Informação do Ministério do Ordenamento do Território e Habitação, o sorteio será feito por meio de um algoritmo computacional (software), desenvolvido por técnicos angolanos, que vai sortear os códigos enviados aos candidatos aquando das inscrições.
Serão realizados sete sorteios nomeadamente, para os apartamento T3, na modalidade de arrendamento urbano, vivendas isoladas, na modalidade de arrendamento urbano, vivendas geminadas, renda resolúvel e pronto pagamento, devendo obedecer os critérios da aleatoriedade, objectividade e transparência.
Mateus Gaspar disse que o algoritmo é uma sequência de passos, traduzido em códigos computacionais, visando escolher aleatoriamente os candidatos, de acordo com o número de habitação disponíveis, excepto à modalidade de pronto pagamento, que tem apenas uma tipologia disponível.
De acordo com Mateus Gaspar, após a realização do primeiro sorteio, será impresso uma lista contendo os códigos dos contemplados que serão divulgados em vários meios de comunicação, como Jornal de Angola, Portal do Governo e outros.
“Nesse processo, o software só vai lidar com os códigos dos candidatos e não com os nomes. O trabalho de associar os códigos aos nomes será feito a posterior”, explicou o engenheiro Mateus Gaspar.
O sorteio será acompanhado por um grupo multidisciplinar, coordenado pelo Ministério do Ordenamento do Território e Habitação e que integra o Instituto de Supervisão de Jogos, órgão tutelado pelo Ministério das Finanças, que autorizou a sua realização neste formato, enquanto entidade que entende deste tipo de actividades.
“O processo de candidaturas foi condizido pela empresa Imogestim, ao passo que o sorteio será conduzido por um outro grupo, para acautelar um dos princípios do processo: a clareza”, justificou.
“Pedimos aos candidatos para terem muita atenção aos códigos enviados por SMS ou email, pois serão estes dados a se ter em conta em primeira instância”, disse.

Fonte: JA/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo