Sociedade

Polícia esclarece actuação no Palanca

dd

DIRECTOR DO GABINETE DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL DA DELEGAÇÃO PROVINCIAL DO MININT EM LUANDA, INTENDENTE MATEUS RODRIGUES (ARQ.)

Foto: Joaquina Bento (Angop)

DIRECTOR DO GABINETE DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL DA DELEGAÇÃO PROVINCIAL DO MININT EM LUANDA, INTENDENTE MATEUS RODRIGUES (ARQ.)

Foto: Joaquina Bento (Angop)

O director do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação Provincial do Ministério do Interior, intendente Mateus Rodrigues, afirmou, nesta segunda-feira, que a actuação dos agentes presentes no local do linchamento de dois meliantes, no Distrito Urbano do Palanca, obedeceu aos padrões exigidos pela corporação.

O incidente ocorreu sábado último, na sequência de uma tentativa de assalto a uma vendedora de divisas, Maria Benedito, de 55 anos,  baleada na região do abdómen. A mesma foi submetida a uma intervenção cirúrgica e o seu quadro clínico inspira cuidados.

A acção resultou na morte de um dos meliantes no local e no ferimento a outro, que está internado numa unidade hospitalar, em estado grave.

Um terceiro implicado fugiu e está a ser procurado pela corporação.

Todos os envolvidos, já com histórico criminal, deixaram a cadeia recentemente, depois de cumprirem penas, por envolvimento em crimes de assalto à mão armada e homicídios.

Segundo a Polícia, a actuação dos agentes, durante a acção, foi feita com prudência, uma vez que estavam no local, em serviço de patrulha, apenas dois.

Mateus Rodrigues condenou a acção da população, e explicou que os polícias agiram de imediato e conseguiram retirar o segundo meliante do linchamento.

Sublinhou que não se recorreu a outras medidas de contenção (como disparos) para evitar um eventual confronto com a população que se mostrava eufórica, e para salvaguardar a integridade física dos agentes.

Fonte: Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo