Sociedade

Língua portuguesa vence na categoria de imprensa

dd

A jornalista da agência cabo-verdiana de informação Cármen Santos Martins venceu, na categoria de imprensa, o Grande Prémio da Federação Atlântica das Agências de Notícias Africanas (FAAPA), edição 2019.

O prémio, na categoria de fotojornalismo, foi para a jornalista Ahou Suzanne Konan, da Agência de Imprensa da Côte d’Ivoire (AIP), enquanto Kamongnin Sylla, da mesma agência, conquistou o troféu em vídeo.

A jornalista da Infopress venceu o prémio com uma reportagem sobre o envolvimento da mulher em actividades tradicionalmente realizadas por homens em Cabo Verde, ao passo que a fotografia vencedora retrata as dificuldades por que passa a mulher rural no labor diário no seu país.

Já Kamongnin Sylla focou a câmara para retratar as condições difíceis em que laboram operadores da indústria informal de processamento de peixe.

O anúncio dos vencedores e a entrega dos prémios teve lugar, sábado, durante o encerramento da 5ª Assembleia Geral da FAAPA que decorreu em Rabat, Marrocos, de 26 a 30 de Novembro, sob a presidência do seu presidente, o marroquino Khalil Hachimi Iddrissi.
Durante o acto, testemunhado por directores-gerais ou representantes das agências da organização, Khalil Iddrissi, que é também o director-geral da Agência Marroquina de Notícias (MAP), encorajou os jornalistas a superarem-se profissionalmente, para melhorarem os conteúdos.

O evento contou também com a participação da secretária-geral da Organização das Agências de Notícias da Ásia e Pacífico (OANA), Dong Min Lee.

Fonte:JA/EG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo