Sociedade

INSS divulga projecto sobre Protecção Social dos Trabalhadores

dd

FACHADA DO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL

Foto: Angop

FACHADA DO INSTITUTO NACIONAL DE SEGURANÇA SOCIAL

Foto: Angop

O projecto de divulgação sobre protecção social dos trabalhadores do serviço doméstico, regime jurídico das prestações familiares e trabalhadores por conta própria está a ser levado a cabo pelo Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) em Malanje, junto dos funcionários públicos, sociedade civil e outras organizações.

A iniciativa visa fomentar a construção do conhecimento por parte dos segurados do INSS e contribuintes em matéria do sistema de protecção social obrigatório, para elevar a qualidade dos serviços prestados pelo Instituto Nacional de Segurança Social aos cidadãos.

De acordo com o porta-voz do projecto, Bartolomeu João Ribeiro, os abrangidos neste projecto são todos os trabalhadores nacionais ou estrangeiros residentes maiores de 18 anos que exercem as suas funções em agregados familiares ou equiparados, no sentido de se inscreverem na segurança social para beneficiarem de reforma.

Fez saber que o empregador e o trabalhador são obrigados a inscrever-se no INSS para formalizar o contrato de trabalho.

O Regime Jurídico do Trabalhador de Serviço Doméstico e de Protecção Social do Trabalhador de Serviço Doméstico foi criado por Decreto Presidencial nº 155/19, de 9 de Agosto e entrou em vigor a 14 de Fevereiro de 2017.

Um dos benefícios da referida lei é a celebração do contrato de trabalho que pode ser por tempo determinado ou indeterminado, registado pelo INSS, com um período experimental de 60 dias, podendo qualquer das partes cessar o mesmo sem aviso prévio ou alegação de justa causa, não havendo direito a qualquer indemnização.

A divulgução do projecto foi já feita quarta-feira (11) no município de Mucari e hoje (quinta-feira) no município do Quela, com a realização de palestras sobre os regimes jurídicos do trabalhador do serviço doméstico, por conta própria e das prestações familiares, dirigidas a funcionários das administrações municipais, professores, estudantes, autoridades tradicionais e eclésiasticas, Polícia Nacional e outros.

A actividade foi já promovida nos municípios de Malanje, Calandula, Cacuso, Cangandala e Kiwaba Nzoji e vai prosseguir gradualmente nos demais.

Fonte: Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois