Sociedade

Huíla: Filho "obcecado" viola e mata a mãe com enxada

dd

Um homem, de 28 anos, violou sexualmente a própria mãe, de 60, de forma brutal, e depois assassinou-a, no bairro Jamba II, na capital província da Huíla.

O crime, que chocou o município da Humpata, aconteceu na madrugada do dia 27, e o indivíduo já foi detido pela Polícia Nacional (PN), que depois o entregou ao Serviço de Investigação Criminal (SIC).

O detido foi presente a interrogatório judicial, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Ao início da tarde desta sexta-feira, 29, por razões de segurança, dada a repercussão do caso, o homem foi transferido para o Estabelecimento Penitenciário do Lubango.

De acordo com o porta-voz do SIC-Huíla, Sebastião Vika, o crime ocorreu no interior da residência da vítima, quando a mulher se encontrava a dormir em estado de embriaguez.

"O suposto autor, por sinal seu filho, aproveitou-se da situação e violou sexualmente a própria mãe, de forma brutal e depois a assassinou-a", descreveu o oficial ao NJOnline.

"Pegou numa enxada e desferiu vários golpes na região craniana da vítima, causando-lhe morte imediata", disse.

O responsável pela comunicação do SIC na província da Huíla fez saber ainda que a perícia realizou exames complementares no cadáver.

 

"A perícia do SIC-Huíla fez a realização de alguns exames complementares no cadáver e apurou-se que o sémen encontrado no canal vaginal da mulher é do próprio filho", disse, revelando que o detido alegou nos interrogatórios que estava "endemoninhado", quando cometeu esta monstruosidade e que sempre se sentiu obcecado pela mãe.

"Fizemos também exames psicológicos ao detido e apurou-se que ele está no seu juízo perfeito, sem quaisquer problemas psicológicos", afirmou.

Fonte: NOVO JORNAL/BA

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo