Sociedade

Homem desaparece após cair no mangal do Lobito

dd

Um homem, que aparentava ter 38 anos de idade, desapareceu na manhã desta quinta-feira, após ser arrastado pela correnteza das águas no mangal da cidade do Lobito, província de Benguela, apurou a Angop no local.

Segundo uma testemunha, ouvida pela Angop, eram cerca das sete horas quando a vítima, identificada por Comante, proveniente do município da Catumbela, caiu junto à antiga ponte Carmona – que dá acesso ao centro da cidade do Lobito, ao tentar pescar numa zona proibida.

De acordo com essa testemunha, o jovem encontrava-se supostamente embriagado e também não sabia nadar, o que terá contribuído para que fosse arrastado pela força das águas turvas do mangal até desaparecer.

Uma equipa de bombeiros, composta por três elementos, sendo um mergulhador e dois nadadores salvadores, apareceram no local e iniciaram as buscas pelo corpo do homem desaparecido, mas sem sucesso.

Este incidente acontece numa altura em que as águas do mangal encontram-se bastante turvas, devido às chuvas que têm caído com frequência na cidade do Lobito, uma situação que, segundo os bombeiros, está a dificultar o trabalho de localização do corpo da vítima.

De acordo com o comandante da Operação de Resgate e Salvamento dos Bombeiros, José Rosa, este é a terceira ocorrência no mesmo local,  desde Janeiro deste ano.

As buscas retomam assim que as condições climatéricas no local melhorem.

A lagoa do mangal é um canal por onde passam as águas do mar em direcção ao sul da cidade do Lobito e, embora seja proibida pescar no local devido ao perigo, pescadores amadores e alguns curiosos insistem em praticar tal actividade, atraídos pela abundância de peixe cacusso, ameixas e mariscos.

Fonte: Angop/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo