Sociedade

Enfermeiro está a ser julgado por alegado abuso sexual a menores no Huambo

dd

O Tribunal Provincial do Huambo deu início ao julgamento de um alegado enfermeiro de 48 anos de idade, que abusava sexualmente crianças do sexo masculino. As vítimas eram tinham 5 e 6 anos de idade.

Ernesto Paulo está igualmente a ser acusado do crime de atentado ao pudor protagonizado desde 2014.

Ernesto Paulo era, no bairro Mundo Paiva, de total confiança das famílias, tendo sido responsável pela circuncisão de grande parte dos menores da comunidade. Este facto, por si só, permitia persuadir e ameaçar os menores em troca de favores sexuais, contam as vítimas a justiça.

Segundo relatos, o suposto criminoso mandava as crianças da zona acarretarem água para a sua casa em troca de valores monetários, mas quando as mesmas entrassem em sua residência eram surpreendidas, agarradas e tapadas a boca com um pano para que não gritassem e ele realizava a acção criminosa.

Arlésio Luvo, representante do Ministério Público, fez saber que em consequência do acto macabro do arguido, os ofendidos ficaram doentes queixando-se de dores no ânus como se tivessem hemorroides.

O julgamento do caso está a seguir os tramites legais e a sentença será conhecida no dia 20 do corrente mês.

TPA/FS

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo