Sociedade

COVID 19: Síntese Nacional

dd

Os dois primeiros cidadãos angolanos infectados pelo novo Coronavírus (Covid-19) encontram-se estáveis, com sintomatologias ligeiras, numa das unidades hospitalares de referência na capital do país.

O facto foi anunciado este domingo (22), em Luanda, pela directora nacional de Saúde Pública, Helga Freitas, actualizando que o número de casos positivos do Covid-19 em Angola continua inalterado.

Na ocasião, anunciou que treze, das 146 amostras de casos suspeitos do novo Coronavírus (Covid-19) já testados, estão em processamento laboratorial em Angola, para serem divulgados oportunamente.

Responsabilização

A Agência de Protecção de Dados (ADP) vai abrir processo para averiguar e responsabilizar os autores da divulgação indevida dos dados de dois cidadãos nacionais supostamente infectados com o Covid-19.

"Tomou-se conhecimento, através das redes sociais, da divulgação da identidade de dois cidadãos acompanhados dos respectivos resultados dos testes e imagens fotográficas, pelo que tudo está ser feito para apurar os autores", explica a ADP.

Luanda

No âmbito da prevenção contra o Covid-19, o Governo Provincial de Luanda prevê criar, nos próximos dias, centros de acolhimento provisórios para albergar crianças, adolescentes, jovens e adultos que vivem na rua.

Para a criação desses espaços, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, orientou os administradores municipais a identificarem, imediatamente, lugares nas suas municipalidades.

Cuando Cubango

Dois centros, um para internamento e outro para quarentena, estão a ser preparados, na cidade capital do Cuando Cubango (Menongue), para acolher cidadãos suspeitos dessa pandemia.     

As infra-estruturas, visitadas este domingo pelo governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa, têm capacidade para 50 camas (centro de internamento) e 250 camas no centro de quarentena.

Os centros, que distam a sete quilómetros da cidade de Menongue, serão equipados com camas, colchões, roupas, utensílios de higiene pessoal e de cozinha, assim como de energia eléctrica, água potável e instalação de aparelhos cárdio-respiratórios.

Ainda nessa província, o bispo da Diocese da Igreja Católica de Menongue, Dom Leopoldo Ndakalako, exortou as famílias cristãs a cooperarem com as autoridades, cumprindo fielmente com as orientações preventivas.

Cuanza Sul

A comissão provincial técnica intersectorial do controlo ao novo Coronavírus instalou, em todos os pontos de entrada e saída da província, postos de rastreio para medir a temperatura dos cidadãos.

Doravante, os viajantes que forem ao Cuanza Sul ou em trânsito para outras localidades serão submetidos a medição da temperatura e sensibilizados sobre a prevenção da pandemia.

Esses procedimentos serão rigorosamente aplicados/cumpridos na ponte sobre o Rio Longa, na Munenga, no Eval Guerra, no cruzamento do Cassongue, na Quibala e no Mussende.

Benguela

Com o mesmo objectivo de prevenir a propagação do vírus pelo país, a Comissão Multissectorial de Combate ao Coronavírus (Covid-19) na província iniciou, neste domingo, uma operação de controlo cerrado.

Com efeito, destacou nas fronteiras inter-provinciais terrestres técnicos de saúde e termómetros de rastreio, nas estradas nacionais nº 250, via Bocoio-Balombo-Huambo, 260, na via Caimbambo-Cubal-Ganda- Huambo.

De igual modo, as equipas sanitárias fronteiriças estão também na estrada nacional nº 100, na via Luanda-Namibe (via Dombe Grande), e 105, via Chongoroi-Quilungues, Cacula-Lubango sul para interpelarem os viajantes.

Cabinda

Depois dos dois casos positivos em Angola, as autoridades locais redobraram a vigilância nas fronteiras terrestres, marítimas e fluviais com os países vizinhos no cumprimento rigoroso do Decreto Presidencial.

Nestes pontos é frequente a presença de agentes da Polícia da Guarda Fronteira (PGF), Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), Policia Fiscal e equipas de técnicos da inspecção da Saúde e da Agência Geral Tributária.

Desde hoje, contam com o reforço de efectivos das Forças Armadas Angolanas, para o redobrar das medidas preventivas e de impedir eventuais violações nestes pontos fronteiriços.

Huíla

A JMPLA promoveu uma operação stop, em várias artérias da cidade do Lubango, com destaque para o mercado informal do Mutundo, alertando os populares para medidas de prevenção urgentes contra o Covid-19.

A operação teve o objectivo informar e sensibilizar os automobilistas, motociclistas, peões e os vendedores do mercado, sobre o novo Coronavírus, formas de transmissão e métodos de prevenção.

Na ocasião, esse braço juvenil do MPLA (partido no poder), distribuiu mais de quatro mil cartilhas informativas.

Fonte: ANGOP/BA

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo