Política

Sociedade tem que ter ricos de forma limpa- PR

dd

PRESIDENTE DA REPÚBLICA, JOÃO LOURENÇO, EM ENTREVISTA COLECTIVA

Foto: Pedro Parente (Angop)

PRESIDENTE DA REPÚBLICA, JOÃO LOURENÇO, EM ENTREVISTA COLECTIVA

Foto: Pedro Parente (Angop)

O Presidente da República, João Lourenço, defendeu hoje a necessidade de a sociedade angolana ter ricos com dinheiro ganho de forma limpa.

Em entrevista colectiva, o titular do poder  Executivo referiu que tem que haver ricos sem atropelos às leis e às normas que a sociedade define como limites, pois “ser rico não é crime e o rico não é necessariamente corrupto”.

O Chefe de Estado, que respondeu a, pelo menos, 22 perguntas durante a entrevista colectiva, afirmou que a luta do seu Governo contra a corrupção não é contra os ricos, porque o país tem que ter riqueza e os ricos têm de dar empregos aos pobres.

Referindo-se às classes sociais, disse que todas as franjas devem existir, mas a missão do Estado é criar condições no sentido de que a percentagem entre uns e outros seja aceitável.

Disse ser impensável uma sociedade com 90 por cento de pobres ou muito pobres ou de milionários.

Em relação às privatizações de algumas empresas públicas, cujo processo está em curso, salientou que o objectivo do Governo é efectivá-la de forma correcta, por via de concurso público e da bolsa de valores.

João Lourenço destacou que o Executivo não vai entregar o património do Estado a nenhum  grupo específico de bandeja.“ Não é tirar do Estado para entregar a um privado privilegiado. Fique descansado que isso não vai acontecer”, garantiu.

Fonte: Angop/ AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo