Política

João Lourenço entrega comando do «Kwenda» a Carolina Cerqueira

dd

Até antes do dia 19 de Junho, o «Kwenda» era coordenado pela ministra do MASFAMU, Faustina Alves, esta era coadjuvada pelo ministro do MAT, Marcy Lopes. Ambos tinham obrigação de reportar as acções ao ministro de Estado de Estado para Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior.

O Presidente João Lourenço fez «profundas» alterações na liderança do Programa de Fortalecimento da Protecção Social «Kwenda», atribuindo agora a coordenação da Comissão Interministerial à ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, observou o Novo Jornal nos decretos presidenciais números 125/20 (de 4 de Maio) e 175/20 (de 19 de Junho).

"A organização e o funcionamento do Grupo Técnico para o Programa de Fortalecimento da Protecção Social são regulados por instrumento próprio, aprovado pela ministra de Estado para a Área Social", Carolina Cerqueira, decretou João Lourenço.

Agora, a ministra do MASFAMU une-se ao titular do MAT na condição de coordenadores-adjuntos.

Para além dessa alteração, o Presidente da República incluiu outros oito governantes do Executivo na Comissão Interministerial, no sentido de dar maior «pujança» ao programa, garantem as fontes ligadas ao projecto. Destacam-se, entre eles, a ministra das Finanças, Vera Daves, o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, o ministro da Agricultura e Pescas, Francisco de Assis, assim como o ministro da Indústria e Comércio, Víctor Fernandes.

À lista de «novatos» no Programa de Fortalecimento da Protecção Social «Kwenda», juntam-se o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, a ministra da Educação, Luísa Grilo, bem como a secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República, Fátima Viegas, verificou o NJ.

No documento, o PR explica que fez as referidas alterações por haver a necessidade de se melhorarem os mecanismos que facilitam a sua implementação, bem como garantir melhor articulação institucional dos objectivos estratégicos do programa «Kwenda».

NJ

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo