Política

Itália apoia reabilitação do hospital Divina Providência em Luanda

dd

Presidente da República italiana, Sergio Mattarella na visita ao Hospital Divina Providência

Foto: Alberto Julião (Angop)

Presidente da República italiana, Sergio Mattarella na visita ao Hospital Divina Providência

Foto: Alberto Julião (Angop)

O Hospital Divina Providência vai beneficiar de obras de reabilitação e ampliação, anunciou esta quarta-feira, em Luanda, o Presidente italiano, Sergio Mattarella, no término da sua visita à instituição.

O Estadista italiano, que se fez acompanhar da filha, Laura Mattarella, prometeu apoiar acções que valorizem e protejam a vida humana, como símbolo do respeito recíproco.

Por sua vez, a ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutukuta, adiantou que, além da melhoria da assistência primária, está prevista a construção de um centro materno- infantil, no quadro da cooperação com a Itália.

No entanto, a governante angolana não avançou prazos para a implementação deste projecto.

Sílvia Lutukuta disse que o apoio italiano se estenderá ao nível dos cuidados primários e prevê a abertura de vários centros infantis.

A ministra sublinhou que existem outros programas de promoção da saúde e prevenção de doença, ligados às grandes endemias, no âmbito da cooperação com a Itália.

Ressaltou ainda que a unidade sanitária possui um dos maiores centros de referência de tratamento de HIV-Sida e tuberculose, bem como de nutrição para crianças.

Segundo a governante, a cooperação tem incluído formação superior e especializada no domínio da Saúde.

O Hospital Divina Providência, situado no município do Kilamba Kiaxi (Luanda), foi erguido em 1994 e está vinculado a igreja Católica. Possui  141 camas, sendo 61 para medicina, 60 pediatria e 20 no centro nutricional terapêutico.

Presta consultas de clínica geral, pediatria, medicina, Hiv-sida, tuberculose,  e possui laboratório de análises clínicas.

A unidade recebe a ajuda da União Médica Missionária Italiana (UMMI), que assegura assistência aos programas de combate à má nutrição, bem como de apoio à saúde materno-infantil.

A UMMI fornece também medicamentos e paga salários aos funcionários eventuais.

Entretanto, o Presidente da Itália visitou também na tarde desta quarta-feira o museu de História natural, em Luanda.

O Presidente Mattarella chegou terça-feira (05) a Luanda, para uma visita de Estado de três dias.

Fonte: Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo