Nacional

Obras da centralidade de Mbanza Kongo arrancam em breve

dd

Maquete do projecto da nova centralidade de Mbanza Kongo

Foto: Pedro Moniz Vidal/Angop

Maquete do projecto da nova centralidade de Mbanza Kongo

Foto: Pedro Moniz Vidal/Angop

A ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, assegurou nesta quarta-feira, em Mbanza Kongo (Zaire) estarem reunidas as condições financeiras para o arranque efectivo, nos próximos dias, das obras de construção da centralidade local.

A governante fez estas declarações à imprensa, no final da visita ao local do projecto que vai ser implementado na antiga pista de aviação, no bairro 11 de Novembro.

Segundo a ministra, pese embora a consignação da obra ter sido feita em finais de 2017 à construtora nacional “OMATAPALO”, as dificuldades financeiras só foram superadas em finais de 2018.

Disse haver, agora, alguma certeza que este projecto vai avançar, frisando estar já disponível parte do montante financeiro global (não revelado) reservado para este projecto, lembrando que a empreitada tem o prazo estipulado de 12 meses.

A nova centralidade de Mbanza Kongo contemplará 13 prédios de três pisos cada, perfazendo 200 apartamentos de tipo T3, área comercial com oito lojas, arranjos exteriores, vias de circulação e uma estação de tratamento de águas residuais.

Segundo o coordenador da direcção da obra da empresa “OMATAPALO”, Artur Almeida, a sua empresa estuda, neste momento, uma solução que se prende com a morfologia dos solos da área (pantanosa) do projecto que vai requerer fundações especiais.

O projecto vai abarcar uma área total de dois hectares.

A ministra Ana Paula de Carvalho, que cumpre desde quarta-feira uma visita de trabalho de dois dias ao Zaire, fez-se acompanhar nesta constatação pelo governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, técnicos do seu sector, membros do governo local, entre outros.

Fonte: Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo