Nacional

Laúca em números

dd

As obras de engenharia civil do Aproveitamento Hidroeléctrico de Laúca, cuja albufeira começou a ser enchida neste sábado, estão numa execução física na ordem de 86 porcento. A parte da montagem dos componentes electro-mecânicos regista um avanço de 72 porcento.

Dentro do cronograma de tarefas, o sistema de transporte, que compreende as linhas de transmissão de alta tensão e subestação, está na ordem de 14 porcento.

A quantidade de materiais utilizados todos os dias nesta obra de engenharia civil e mecânica surpreende pela sua grandiosidade. De 2012 até agora as escavações a céu aberto atingiram os seis milhões de metros cúbicos, enquanto as subterrâneas atingiram 1,6 milhões de metros cúbicos de rochas sedimentares e metamórficas.

Para edificação da barragem, tomadas de água, central eléctrica, subestação central, foram produzidos 2,6 milhões de metros cúbicos de betão compactado a cilindro e 500 mil metros cúbicos de betão estrutural.

Hoje, com a execução em velocidade cruzeiro, para que se atinja a cota de coroamento de 870 metros de altura, a obra cresce 180 mil metros cúbicos de betão por mês. Quando os trabalhos estiverem terminados, estima-se que Laúca tenha utilizado 600 mil metros cúbicos do produto.

Características da barragem

Dada a sua grandeza estrutural e função a desempenhar, além de produzir energia, Laúca vai auxiliar Capanda na regularização dos caudais do Rio Kwanza, para que todas as barragens a jusante não tenham problemas de água, mesmo em tempo de estiagem, como acontece agora.

Este edifício, que terá mil e 200 metros de comprimento e 156 metros de altura, e uma albufeira com 188 quilómetros quadrados, é uma estrutura de betão compactado a cilindro. Possui um descarregador de fundo, seis tomadas de adução de água para central principal, um descarregador de superfície, uma tomada para central ecológica.

A central principal, que se encontra a dois quilómetros da barragem e receberá água a partir de uma queda útil de 200 metros de altura, possui  seis grupos geradores do tipo Francis Vertical, com capacidade cada uma de 334 Megawatts.

Neste momento, a turbina número dois já se encontra totalmente montada, quando a número um está em fase de acabamento.

Possui a maior subestação a céu aberto do país, com capacidade de 400/200/60 Kilowatts.

TPA com Angop / EB


PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois