Nacional

Homem detido por conduzir embriagado morre na cadeia

dd

Um homem, de 28 anos de idade, detido em Luanda por ter sido detectado a conduzir com uma taxa de álcool no sangue fora do normal, morreu na manhã de segunda-feira a caminho do Hospital Prisão, depois de ter se sentido mal.

De acordo com um comunicado do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação de Luanda do Ministério do Interior (Minint) que a Angop teve hoje acesso, desconhece-se a real causa da morte, mas presume-se que tenha sido uma crise hipertensiva.

O comunicado realça que depois de se ter sentido mal, o homem recebeu os primeiros socorros no posto médico do comando provincial da corporação, e foi posteriormente transferido para o Hospital Prisão do São Paulo, no distrito urbano do Rangel.

O homem foi detido na noite de sexta-feira com uma taxa de 2,86 gramas de álcool por litro de sangue durante a condução e  junto de outros detidos, pela mesma causa, permaneceu retido para o julgamento sumário na manhã de segunda-feira.

O Código de Estrada em vigor em Angola não permite a condução com os níveis de álcool no sangue acima dos 0,6 gramas.

A Unidade de Trânsito de Luanda realiza, principalmente ao fim-de-semana, operações denominadas “ Condução sem Álcool”, e são detectados por média 50 automobilistas de ambos os sexos embriagados.

Fonte: Angop / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo