Internacional

Veado com duas cabeças encontrado numa floresta dos EUA

dd

A descoberta foi feita por um homem que apanhava cogumelos. Os gémeos siameses já estavam mortos e foram entretanto analisados.

Quando Kevin Serres foi apanhar cogumelos numa floresta do Minnesota, em maio de 2016, não estaria à espera de fazer uma descoberta de grande relevância científica. Mas acabou por fazê-lo ao encontrar um veado com duas cabeças.

Descobrir gémeos siameses entre animais selvagens é muito raro, e se não fosse o facto de Kevin Serres estar a apanhar cogumelos naquela altura, o cadáver dos animais poderia ter sido comido por predadores.

Segundo a Newsweek, Kevin Serres pegou no cadáver e entregou-o ao departamento de recursos naturais do Minnesota. Ali, foi congelado até que um biólogo chegasse para analisar esta descoberta rara ao pormenor.

As crias foram submetidas a uma autópsia, uma TAC, e uma ressonância magnética na Universidade de Minnesota. Estes exames permitiram perceber que as espinhas dos animais convergiam a meio das suas costas e que os animais tinham dois corações, embora partilhassem muitas partes do corpo.

Gino D'Angelo, professor assistente de gestão e ecologia de veados na Universidade da Georgia, foi o responsável pelo estudo aos gémeos siameses e publicou os resultados do estudo no jornal The American Midland Naturalist.

Fonte: NM/AF


PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo