Internacional

Ucranianos protestam contra chegada de repatriados da China

dd

Várias centenas de residentes na região de Poltava concentraram-se em protesto junto ao hospital onde os repatriados deveriam ficar de quarentena, impedindo o acesso ao hospital.

O governador da região de Kharkiv, Oleksiy Kucher, disse frente à multidão:

"Obviamente os passageiros estão desapontados. Não estão felizes com a forma como estão a ser recebidos. Não estão a ser bem-vindos aqui. Elas receberam informações sobre a reação das pessoas. Já fizeram dois testes de despistagem do coronavírus. As autoridades estão a fazer tudo o que é possível para os levar de volta para casa".

Os Manifestantes bloquearam estradas e queimaram pneus. Uma dezena de pessoas foi detida.

Um avião com 45 ucranianos e 27 estrangeiros saiu na madrugada de quinta-feira de Wuhan. Segundo as autoridades ucranianas trouxe cidadãos da Bielorrússia, Cazaquistão, Argentina, Equador, Costa Rica, República Dominicana e Panamá.

Antes de chegar à Ucrânia, o aparelho fez uma escala no Cazaquistão para deixar os passageiros de nacionalidade cazaque.

Fonte: Euronews/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo