Internacional

Síria e Israel. Guterres pede apaziguamento "imediato" de "alarmante escalada militar"

dd

António Guterres, SG da ONU

Foto: ONU

António Guterres, SG da ONU

Foto: ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou no sábado, segundo o seu porta-voz, a um imediato apaziguamento da situação na Síria, onde Israel, efetuou durante o dia diversos raides aéreos.

António Guterres "segue de perto a alarmante escalada militar na Síria e a perigosa expansão do conflito para além das suas fronteiras", declarou em comunicado o porta-voz, Stéphane Dujarric.

O secretário-geral das Nações Unidas sublinhou que todas as partes envolvidas na Síria e na região deviam respeitar a lei internacional. "Pede a todos um apaziguamento imediato e incondicional da violência e uma demonstração de contenção", declarou o porta-voz.



Nas hostilidades em curso na Síria, "mais de mil vítimas civis de ataques aéreos foram registadas só na primeira semana de fevereiro", acrescentou.


O exército israelita lançou no sábado um ataque em larga escala contra objetivos iranianos na Síria e ainda contra o sistema de defesa antiaéreo sírio, depois de um caça israelita ter sido abatido durante a manhã.

É a primeira vez em 30 anos que foi abatido em acção um caça israelita participante numa ofensiva de grande envergadura contra alvos iranianos em território sírio, em retaliação a uma alegada violação do espaço aéreo de Israel.

Os Estados Unidos já manifestaram o seu apoio a Israel na sequência dos ataques do exército israelita na vizinha Síria.

Israel já preveniu que não procura "um agravamento da situação", mas que está "pronto para tudo", dizendo que o Irão e a Síria "estão a brincar com o fogo". Moscovo, pelo seu lado, exprimiu a sua "profunda inquietação".

Também no domingo, um helicóptero turco foi abatido em território sírio na região de Afrin, onde decorre uma ofensiva militar turca contra milícias curdas que são apoiadas pelos Estados Unidos.

Apesar de terem desempenhado um papel central no combate aos jihadistas do autoprolocamado estado islâmico, as milícias curdas são vistas como terroristas pelo governo turco.

TPA com RTP / EB


PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

36°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois