Internacional

Primeiro-Ministro do lesoto convidado a demitir-se pelo próprio partido

dd

O partido no poder no Lesoto deu um ultimato ao Primeiro-Ministro, Thomas Thabane, para que se demita nas próximas 48 horas, noticiou a Reuters, recordando a polémica sobre as circunstâncias da

morte de Lipolelo, antiga esposa de Thabane.
A esposa do actual Chefe do Governo foi interrogada pela Justiça no quadro de um processo sobre o assassinato da rival, antiga mulher de Thabane.

Maesaiah Thabane, 42 anos, foi ouvida sobre o assassinato da antiga esposa do Primeiro-Ministro, Lipolelo Thabane, morta a tiro, dois dias antes da tomada de posse do marido. A mesma já havia sido condenada por assassinato. Numa reunião da direcção do partido no poder, foi decidido que Thomas Thabane, 80 anos, deveria demitir-se até ao fim do dia de hoje, declarou o porta-voz do Congresso de Todos os Sotho (ABC), Montoeli Masoets.

Em Junho de 2017, Lipolelo Thabane, 58 anos, foi morta a tiro, dois dias antes da investidura do esposo, quando o casal estava num processo de divórcio. Dois meses depois, o novo Primeiro-Ministro casou-se com Maesaiah, a suposta autora do crime.

FONTE:JA/AG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo