Internacional

Pelo menos 25 pessoas morrem em novos confrontos (OCHA)

dd

Pelo menos 25 pessoas morreram nos últimos dias na República Centro Africana (RCA) nos confrontos entre grupos armados, segundo o último balanço humanitário da ONU divulgado terça-feira, marcando uma nova vaga de milhares de deslocados.

Em Bria (centro), "as primeiras estimativas referiam-se a pelo menos uma dezena de corpos e cerca de 50 feridos", após confrontos de 07 a 08 de Setembro entre duas facções rivais de um grupo armado, sublinha o Escritório das Nações Unidas para Assuntos Humanitários (OCHA) no seu relatório semanal chegado à AFP.

No leste, pelo menos 15 pessoas morreram e 80 casas foram incendiadas "num confronto violento entre duas comunidades que vivem na aldeia de Yakapi, no eixo Bouar-Bocaranga" (leste), acrescenta o OCHA.

"Um grupo armado atacou a aldeia de Mbombo (leste) e levou 32 pastores como reféns", relata ainda o OCHA.

Este balanço junta-se ao de Batangafo (noroeste), onde pelo menos seis pessoas morreram desde quinta-feira e mais de 28 mil pessoas estão privadas de ajuda, segundo várias fontes humanitárias.

Num comunicado publicado terça-feira, o coordenador humanitário na República Centro Africana, Najat Rochdi, "condena o ataque contra os civis e as organizações humanitárias em Batangafo", onde um funcionário de uma ONG foi morto na quinta-feira.

Metade dos 4,5 milhões de centro-africanos depende da ajuda humanitária, segundo a ONU, que deplora o facto do Plano de Resposta Humanitária 2017ser financiado em apenas 30%.

Os balanços humanos continuam ainda difíceis de se fazer no país que se esforça para sair do conflito iniciado em 2013 com o derrube do presidente François Bozizé pela ex-rebelião Séléka, resultando numa contra-ofensiva das milícias anti-Balaka.

A intervenção da França (2013-2016) e a Missão das Nações Unidas na República Centro Africana (MINUSCA, cerca de 12.500 homens) permitiu devolver a calma na capital, Bangui, e no interior do país.

O número de pessoas deslocadas passou de 400 mil em Janeiro para mais de 600 mil em Agosto, segundo o Comité de Coordenação das ONGs Internacionais na República Centro Africana (CCO).

Fonte: Angop/MP

 

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois