Internacional

Obama define resultado das intercalares norte-americanas como "um início"

dd

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considerou hoje que os resultados das eleições intercalares são "um princípio", um dia após a reconquista pelos democratas da Câmara dos representantes no Congresso dos EUA.

"O nosso trabalho continua", declarou Obama em comunicado. "A alteração de que necessitamos não virá apenas de uma eleição, mas é um início. Na noite passada, os eleitores através do país iniciaram-na".

O antigo presidente democrata, retirado da vida política após ter deixado a Casa Branca, optou, no entanto, por uma ativa participação na campanha eleitoral.

Apesar de os democratas não terem conseguido retomar o controlo do Senado nas eleições de terça-feira, Barack Obama disse estar confiante que a "atenção" será concentrada na maioria que Partido Democrata recuperou na Câmara de representantes, para além dos cargos de governadores também garantidos pelo seu partido.

Obama felicitou a eleição de "um número recorde de mulheres e de jovens veteranos do Iraque e Afeganistão", de "jovens líderes excecionais" e de "uma vaga de candidatos provenientes de minorias".

O ex-presidente dos Estados Unidos também se congratulou com a participação "recorde" no escrutínio, e por diversas decisões dos eleitores ao nível dos estados, citando designadamente "o reforço do direito de voto". Na Florida, um milhão e meio de antigos prisioneiros que cumpriram a pena recuperaram o seu direito de voto após a aprovação dos eleitores.

"Estou confiante que seguindo em frente, vamos iniciar um regresso aos valores que esperamos ver instalados na esfera pública, honestidade, decência, compromisso, e defesa de uns e de outros enquanto americanos, não divididos pelas nossas diferenças mas unidos por crenças comuns", assinalou ainda o antigo presidente.

Na votação de terça-feira estavam em jogo os 435 lugares que compõem a Câmara dos representantes e 35 dos 100 lugares do Senado.

A par disso, foram igualmente escolhidos 36 governadores dos 50 Estados que compõem o país.

Fonte: NM/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo