Internacional

O piloto herói que aterrou avião com janela de cockpit partida

dd

Uma janela do cockpit rachou a cerca de 32 mil pés de altitude. O copiloto do avião ia sendo sugado para fora do avião e só sobreviveu porque tinha o cinto de segurança posto.
Entretanto, o piloto está a ser elogiado pela forma como conseguiu controlar a situação, acabando por aterrar a manualmente em segurança.

A história de que a Reuters dá conta foi revelada por meios de comunicação social chineses. Nas redes sociais daquele país, há um herói a ser destacado e que, por sinal, já falou sobre o que viveu a bordo.

Ao Chengdu Economic Daily, o piloto Liu Chuanjian, que tem sido tratado como um herói pelos seus compatriotas, contou que tinha acabado de atingir os 32 mil pés de altitude quando ouviu um som "ensurdecedor".

"Não houve sinal de aviso nenhum. De repente a janela direita do cockpit partiu-se".

O seu copiloto foi salvo por ter o cinto de segurança posto, o que permitiu puxá-lo de volta para o lugar. Ficou apenas com algumas mazelas. "Tudo no cockpit estava a voar. A maior parte do equipamento não estava a funcionar", lembra ainda o 'piloto-herói' desta história.

Na descida, um membro da tripulação também sofreu ferimentos. Mas, apesar do susto, nenhum dos 119 passageiros sofreu ferimentos.

O regulador do sector da aviação chinês vai ter ajuda de especialistas estrangeiros, nomeadamente de França, para entender o que se passou.

O voo 3U8633 da Sichuan Airlines (na imagem) tinha partido Chongqing na segunda-feira com destino à capital do Tibete, Lhasa. Acabou por aterrar de emergência em Chengdu.

Fonte: NM / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo