Internacional

Liga Árabe teme reeleição de Benjamin Netanyahu

dd

Ao som de sirenes e escoltado por guarda-costas, Benjamin Netanyahu foi retirado do palco onde fazia campanha, no sul de Israel. A decisão de segurança foi tomada por receio de o recinto estar a ser alvo de um bombardeamento por parte de Gaza.

Uma preocupação redobrada depois do atual primeiro-ministro e candidato às legislativas no país ter afirmado que pretende anexar o Vale da Jordânia, pondo, desta forma, fim a qualquer esperança de constituição do estado da Palestina.

O secretário-geral da Liga Árabe já veio a público mostrar a preocupação do mundo árabe relativamente às intenções de Netanyahu. Ahmed Aboul Gheit, afirmou que "o conselho está a encarar esse anúncio como um sério desenvolvimento e uma nova agressão por parte de Israel, tendo em conta a intenção de violar a lei internacional, a carta das Nações Unidas e as resoluções da legitimidade internacional".

Com a proposta de anexação da maior parte do território da Faixa de Gaza e o isolamento dos palestinianos em pequenos enclaves, o primeiro-ministro israelita tem tentado captar o voto dos israelitas mais radicais para as próximas eleições de 17 de setembro.

Fonte: Euronews/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo