Internacional

Guerra dos abacates no México pode ter sido motivo de massacre

dd

Na passada quinta-feira, a polícia mexicana descobriu 19 corpos espalhados por diferentes locais do estado de Michoacán. Nove corpos foram encontrados a pender de uma ponte e outros dez foram encontrados em dois locais distintos.

Tendo em conta a exibição dos corpos na ponte, as suspeitas iniciais incidiram nos cartéis de narcotráfico, que muitas vezes escolhem deixar os corpos ou partes de corpos em espaços públicos que chamem a atenção, enviando assim uma mensagem aos cartéis rivais.

No entanto, a droga não terá sido o que motivou este massacre em Michoacán. Um especialista em narcotráfico disse ao The Guardian que estes homicídios estarão ligados à disputa pela multimilionária indústria de abacates naquela região mexicana.

“O grande imane aqui são os abacates”, afirmou Falko Ernst, da International Crisis Group. A indústria de abacates tornou o estado de Michoacán num campo de batalha e os grupos de criminosos chegam a roubar quatro camiões de transporte de abacates por dia.

“Há pelo menos 20 grupos armados que estão a competir violentamente por territórios e mercados no estado. No entanto, nenhum dos atores foi capaz de estabelecer domínio sobre outros”, acrescentou Ernst. Cerca de 80% dos abacates exportados do México para os Estados Unidos saem de Michoacán, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Fonte:NM/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo