Internacional

Forças de Haftar dizem ter destruído navio turco

dd

O Exército Nacional Líbio, comandado pelo marechal Khalifa Haftar, afirmou, ontem, ter destruído um navio de bandeira turca que carregava munições e armamento no porto de Tripoli, capital líbia.

Em declarações citadas pela estação BBC, as forças de Haftar disseram que “foi destruído um navio turco, carregado com armamento e munições e atracado no porto de Tripoli.”
O suposto ataque deu-se após o descarregamento de material bélico, assim como tanques e também soldados, ter sido reportado em Tripoli.
Por sua vez, a agência turca Anadolu noticiou que pelo menos nove foguetes foram lançados contra a região do porto da cidade. O acto havia sido atribuído às forças de Haftar. Também segundo a media, as explosões foram ouvidas em todos os bairros da capital. Ainda no final de Janeiro, circularam na Internet fotos do que seriam fragatas da Turquia no litoral da Líbia. Desde o derrube e morte do ex-Presidente líbio Muammar Kadhafi em 2011, a Líbia tem sido palco de disputas pelo poder no país.
Entretanto, o Governo de União Nacional (GNA) suspendeu, terça-feira, à noite, a sua participação nos trabalhos de uma comissão conjunta militar que decorrem em Genebra, Suíça, sob a égide da ONU, na sequência das sucessivas violações das tréguas. “Anunciamos a suspensão da nossa participação nas negociações militares que decorrem em Genebra, até que sejam adoptadas disposições firmes contra o agressor”, indica o comunicado do GNA, referindo-se ao marechal Khalifa Haftar, acusado de violar o cessar-fogo.
Recorde-se que o marechal Khalifa Haftar, considerado o homem forte do Leste, tenta ocupar a capital líbia, desde a ofensiva militar contra Tripoli, em Abril de 2019.

FONTE:JA/AG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo