Internacional

Feira do queijo de Tábua consolida recuperação após fogos de 2017

dd

O reforço da participação de expositores na Tábua de Queijos e Sabores da Beira, de 06 a 08 de março, traduz a recuperação da economia após os incêndios de 2017, disse hoje o presidente da Câmara de Tábua.
"Houve um trabalho intenso para não deixarem de estar ativos", adiantou Mário Loureiro, questionado pela agência Lusa sobre a evolução das diferentes áreas de atividade deste concelho do distrito de Coimbra, em especial a criação de ovelhas e a produção do queijo da Serra da Estrela, nos últimos três anos.
Ao apresentar o programa da edição deste ano da Tábua de Queijos e Sabores da Beira, que se realiza desde 1989, Mário Loureiro realçou que os rebanhos "são muito importantes em termos económicos e turísticos" para os municípios adjacentes à Serra da Estrela, cujos ovinos de raças autóctones e o próprio queijo tradicional estiveram ameaçados devido aos fogos de 15 de outubro de 2017.
Houve algumas perdas, "mas foram poucos casos e os rebanhos renovaram-se", tendo as unidades de produção de queijo regressado na sua maioria à normalidade, congratulou-se.
Nos últimos anos, em termos de adesão de produtores, vendedores e visitantes, a Tábua de Queijos e Sabores da Beira "tem crescido de forma fantástica", segundo Mário Loureiro.
Em 2019, o número de expositores presentes no Pavilhão Multiusos, onde comercializam pão, enchidos, mel, vinhos, licores e artesanato, entre outros produtos locais, rondou os 120, tendo subido para mais de 130 nesta edição.
O programa inclui música, folclore, confeção e degustação de pratos tradicionais, provas de vinhos e um passeio de bicicletas antigas.
Outra das iniciativas é a eleição da "rainha das vindimas" de Tábua, no âmbito do Concurso Nacional da Rainha das Vindimas, promovida pela autarquia liderada por Mário Loureiro, enquanto associada da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, em colaboração com as juntas de freguesia.
As associações do concelho também marcam presença, tendo a seu cargo a dinamização de um espaço dedicado à gastronomia regional.

FONTE:NM/AG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo