Internacional

Elon Musk entrega mini-submarino para resgate de meninos tailandeses, mas não dá certo

dd

Foto: REUTERS / Tyrone Siu

Foto: REUTERS / Tyrone Siu

O empresário norte-americano Elon Musk entregou aos serviços de resgate da Tailândia um mini-submarino, fruto de suas empresas Tesla e Space X, para entrar na gruta inundada em que, desde 23 de junho, estão presos meninos e técnico de futebol deles. A operação de resgate já atingiu terceiro estágio e cinco crianças ainda estão na caverna.

O empreendedor compartilhou uma serie de postagens nas redes sociais dedicadas à operação de resgate dos meninos presos em uma gruta na Tailândia. Musk trouxe uma cápsula de tamanho de uma criança que suas empresas desenvolveram especialmente para a operação de resgate.

"Acabei de voltar da 3º caverna. O mini-submarino está pronto se for preciso. É feito de partes de foguetes e chamado de 'Javali Selvagem', em homenagem ao time de futebol das crianças. Deixo-o aqui caso possa ser útil no futuro. A Tailândia é tão bonita", escreveu Musk.

Entretanto, mais tarde, o chefe da operação de resgate, citado pela edição CNET, comunicou que o submarino de Musk não possui qualquer utilidade prática para a terceira fase de evacuação das crianças da gruta.
"O equipamento que entregou para nós não possui utilidade prática para nossa operação de resgate de hoje.

Trata-se de um aparelho de tecnologia de ponta, mas não podemos usá-lo em nossa missão", assinalou Narongsak Osatanakorn em entrevista a repórteres, comentando a possibilidade de utilização do submarino de Musk na terceira fase da operação.

Apesar de o aparelho não poder ser utilizado, funcionários envolvidos no resgate expressaram gratidão ao empresário norte-americano por prestar, além do submarino, resoluções tecnológicas e assistência através de engenheiros.

Em 23 de junho, um grupo de crianças de 11 a 16 anos de idade e o técnico de futebol de 25 anos desapareceram após terem entrado na rede popular de cavernas Tham Luang. Devido a chuvas fortes, a água começou a se acumular rapidamente na caverna, obrigando o grupo a avançar cada vez mais na gruta até ser bloqueado a 4 quilómetros da entrada.

Após quase dez dias de buscas, as crianças e o técnico foram encontrados vivos, mas exaustos.
O complexo de cavernas Tham Luang, situado no norte da Tailândia, estende-se por vários quilómetros e costuma ficar inundado na temporada de chuvas, que se prolonga de junho a outubro.

Foto: Sputnik / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois