Internacional

Chissano alerta contra aproveitamento político do "caso das dívidas ocultas"

dd

O antigo Presidente da República, Joaquim Chissano, considera que o caso das “dívidas ocultas”, cujos contornos foram despoletados semana finda pela justiça norte-americana, deve servir de lição para que Moçambique saiba evitar situações do género.


Citado pela Rádio Moçambique (RM), Chissano espera, acima de tudo, que a justiça envolvida no processo, saiba ir pelo “caminho da justiça”.

“As instituições de justiça, seja em Moçambique, África do Sul ou Estados Unidos da América, vão saber ir pelo caminho da justiça. É esse esclarecimento que nós gostaríamos de ter e não termos apenas punição por punição, mas sim, uma clareza”, disse Chissano.

O antigo estadista não tem dúvidas que a questão das “dívidas ocultas” será usada pelos partidos da oposição para visarem a Frelimo e deixa um alerta aos camaradas.

“Evidentemente que isso tudo vai ser utilizado pela oposição do partido. Mas acho que o partido tem que ser íntegro e analisar, por isso, uma maior clareza sobre o que se passou, como se passou, é necessária para que o próprio partido também possa tomar as medidas necessárias para que isso não aconteça mais dentro do partido, por indivíduos do partido”, disse Chissano.

Fonte: OPAÍS.MZ/EG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo