Internacional

Angola e Brasil são os únicos com chefes de Estado lusófonos presentes

dd

Os presidentes de Angola e do Brasil são os únicos chefes de Estado de países lusófonos a marcar presença na reunião deste ano do Fórum Económico Mundial, que arranca na terça-feira na cidade suíça de Davos.

De acordo com a lista oficial das figuras públicas que vão estar presentes no encontro, cuja última versão tem a data de 16 de janeiro, João Lourenço e Michel Temer são os únicos chefes de Estado lusófonos. Dos nove países com língua oficial portuguesa, além destes dois Portugal está também representado, mas pelo chefe de governo, António Costa.

O Brasil leva cinco participares: o Presidente, Michel Temer, o secretário-geral da presidência, Wellington Moreira Franco, o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o ministro das Finanças, Henrique Meirelles e o presidente da câmara de São Paulo, João Doria.

A comitiva liderada por João Lourenço integra ainda o ministro de Estado e do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior, da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, da Energia e Águas, João Baptista Borges, e das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

Dez chefes de estado ou de Governo de África, nove do Médio Oriente e norte da África e seis da América Latina estão confirmados para esta edição deste ano do Fórum Económico de Davos, juntando-se aos líderes ocidentais, como o Presidente francês Emmanuel Macron e a primeira-ministra britânica Theresa May.

A segurança internacional, o meio ambiente e a economia mundial serão os temas centrais do encontro anual de líderes políticos, empresários, sociedade civil, advogados, académicos e celebridades.

Paralelamente ao fórum, está previsto um encontro entre o primeiro-ministro português, António Costa, e o chefe de Estado e do Governo angolano.

"Tenho um novo encontro marcado [com o chefe de Estado angolano, João Lourenço] para Davos dentro de duas semanas. Portanto, as relações entre Portugal e Angola vão decorrer com toda a normalidade possível, num contexto em que há um problema", declarou a 13 de janeiro António Costa, numa alusão ao processo da Justiça portuguesa que envolve o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente.

Os dois governantes já se reuniram igualmente em dezembro passado, durante a última cimeira entre a União Europeia e África, num encontro marcado pela polémica à volta do processo que envolve o antigo vice-presidente de Angola Manuel Vicente.

Portugal estará representado pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Há, no entanto, mais portugueses a participar no encontro: o ministro das Finanças, Mário Centeno, irá na qualidade de presidente do eurogrupo, enquanto Carlos Moedas participará como comissário europeu e António Guterres como secretário-geral das Nações Unidas.

Fonte: Notícias ao Minuto/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois