Economia

Sonangol quer estancar tendência de baixa de produção

dd

A Sonangol reuniu-se nesta terça-feira com os representantes das operadoras petrolíferas que operam no País, com o objectivo de buscar soluções viradas à inversão da tendência de declínio da produção petrolífera em Angola.

O encontro, que foi presidido pelo presidente da Sonangol, Carlos Saturnino, contou com a presença de todas as empresas petrolíferas a operarem no País, e começou por analisar a produção de petróleo no passado e no presente.

As empresas operadoras foram incentivadas a apresentar projectos e ideias que possam concorrer para a quebra da tendência instalada e o consequente aumento da produção, acções que podem ter como aliados os decretos inerentes recentemente exarados pelo nosso executivo.

No encontro, foram também analisados os principais factores que afectam a produção, hoje, com o objectivo de chamar a atenção das operadoras para, entre outros aspectos, as actividades de manutenção das infra-estruturas que têm criado algumas perdas substanciais.

A reunião abordou ainda as futuras oportunidades e foi lançado um desafio às empresas operadoras no sentido de, já no próximo encontro, previsto para o mês de Julho, apresentarem propostas concretas que a curto prazo auxiliem as acções já em curso para que a produção petrolífera no País, conheça outros níveis.

Fonte:Angop/MP

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

12°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

11°C

Amanhã

Depois

Hoje

8°C

Amanhã

Depois

Hoje

11°C

Amanhã

Depois

Hoje

9°C

Amanhã

Depois

Hoje

8°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

8°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

9°C

Amanhã

Depois

Hoje

12°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

9°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

13°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois