Economia

Inaugurada Fábrica das Grandes Moagens

dd

MINISTRO DA DEFESA, JOÃO LOURENÇO, INAUGURA FÁBRICA DAS GRANDES MOAGENS

Foto: Gaspar dos santos/Angop

MINISTRO DA DEFESA, JOÃO LOURENÇO, INAUGURA FÁBRICA DAS GRANDES MOAGENS

Foto: Gaspar dos santos/Angop

A primeira unidade fabril do consórcio Grandes Moagens de Angola (GMA) foi inaugurada esta sexta-feira, no terminal da Multiterminais, no Porto de Luanda, pelo ministro da Defesa, João Lourenço, em representação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

Com capacidade instalada para processar diariamente mil e 200 toneladas de trigo, 930 toneladas de farinha de trigo e 260 toneladas de farelo/dia, a fábrica poderá fornecer 60 porcento da quantidade de farinha de trigo importada pelo país, em 2016, avaliada em 500 mil toneladas.

Dado que o cultivo de trigo no país é inexpressivo, a GMA importará a matéria-prima da França, Alemanha, Canadá, EUA, Cazaquistão, Austrália, entre outros – recorrendo aos serviços do seu departamento de “trading” e logística.

A empresa de capitais angolanos já recebeu, no Porto de Luanda, o primeiro carregamento de trigo a granel para ser processado e que terá a flexibilidade para produzir farinhas de diferentes variedades, conforme as necessidades do mercado local.

Esta unidade industrial criará mais de 150 postos de trabalho directos, num regime de laboração contínua (24h/7dias) e empregos temporários que dependerá do mercado e da sazonalidade da procura.

Para o efeito, um programa de formação será efectuado para desenvolver as competências da equipa e prepará-los para serem capazes de assumir mais responsabilidades.

As instalações da GMA ocupam uma área total de, aproximadamente, 30.000 m2, divididos por um edifício industrial, dois armazéns de produtos finais, uma área de armazenamento de matérias-primas (silos) para 45 dias de produção.

TPA com Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo