Economia

Comissária da UA defende contribuição para Fundo Fiduciário de Solidariedade

dd

COMISSÁRIA PARA ECONOMIA RURAL E AGRICULTURA DA UA - JOSEFA SACKO (aquivo)

COMISSÁRIA PARA ECONOMIA RURAL E AGRICULTURA DA UA - JOSEFA SACKO (aquivo)

A Comissária para a Economia Rural e Agricultura da União Africana (UA), Josefa Sacko, exortou nesta segunda-feira, em Roma, os Estados membros a juntarem-se a Angola, Guiné Equatorial e Congo, contribuindo para o Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana de combate à fome.

A responsável da UA, que participou segunda-feira na sessão anual do Conselho Executivo do Programa Alimentar Mundial (PAM), fez este apelo durante um encontro interactivo com o grupo de embaixadores Africanos junto das Agências das Nações Unidas com sede em Roma.
Com fundos de Angola, Guiné Equatorial e de um grupo de organizações da sociedade civil na República do Congo, sob coordenação da FAO, o Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana (ASTF, na sigla em inglês), foi criado em 2013, em Brazzaville, com o objectivo de fortalecer a segurança alimentar no continente. A Comissão da União Africana é membro do comité director, presidido actualmente por Angola.

Nesta qualidade, Angola apresentou, em Março último, propostas para a revitalização do Fundo, entre as quais se encoraja o director-geral da FAO  a visitar alguns países africanos, com a finalidade  de sensibilizar os respectivos chefes de Estado para a importância de contribuírem para o Fundo, que já beneficiou 17 projectos em  40 países, num total de cerca de mais de 40 milhões de dólares.

No encontro com o corpo diplomático, Josefa Sacko abordou a actual situação de fome que afecta principalmente três países membros da UA, nomeadamente o Sudão do Sul, Somália e a Nigéria.

A este propósito, a  comissária informou  que  o presidente da Comissão da União Africana, o tchadiano Moussa Faki Mahamat, tem visitado  os Estados membros com alto risco de fome, ao mesmo que a desenvolve esforços de mediação e operações de manutenção de paz nos países em conflito.

“Estamos a trabalhar em estreita colaboração com a FAO na coordenação para a planificação,  implementação e monitoramento de projectos voltados para o combate da fome em África até 2025”, disse.

Na reunião, Josefa Sacko apresentou várias questões para uma reflexão séria,  como a  necessidade do estabelecimento, ao nível do continente,  de um centro ou agência de alerta e resposta aos desastres humanitários, bem como a implementação das decisões da Declaração de Abuja sobre segurança alimentar, a Declaração de Abuja sobre fertilizantes, entre outros.

Já na sessão anual do Conselho Executivo do PAM, Sacko referiu que a segurança alimentar é a segunda prioridade da União Africana depois da paz e segurança e é, nesta senda, que os chefes de Estado e de Governo da organização assumiram, em 2014, na Declaração de Malabo, o compromisso audaz de se acabar com a fome até 2025.

Ao falar em nome do presidente da Comissão da UA,  reconheceu que o novo Plano Estratégico do PAM está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e com o Plano de Acção de 10 anos da Agenda de África 2063, manifestando por isso o interesse de colaborar com esta Agência das Nações Unidas.

No sua intervenção, Josefa Sacko solicitou as três Agências da ONU em Roma (FAO, PAM, e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) a apoiarem o Departamento de Economia Rural e Agricultura (DREA) nos seus esforços de ajuda aos Estados membros da União Africana para a revisão ou  actualização dos respectivos planos nacionais de investimento agrícola.

Josefa Sacko foi eleita em Janeiro último para o cargo de Comissária para a Economia Rural e Agricultura da União Africana (UA), sob proposta do Governo angolano, durante a sua 28ª Cimeira, realizada em Addis Abeba, Etiópia.

Fonte: Angop/AF

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois