Economia

CAT-E42 vai produzir 4 milhões e 500 mil quilates em quatro anos

dd

Catoca é o maior projecto diamantífero de Angola, sendo responsável pela extracção de mais de 75% dos diamantes angolanos.

CAT E42 tem três significados, sendo CAT-Catoca, E- método de prospecção utilizada (electromagnético) e 42- ordem numérica das anomalias que foram estudadas.

É considerada a quarta maior mina do mundo em termos de dimensão. Porém os seus números falam por si.

A mina de diamantes CAT-E42 da Sociedade Mineira do Catoca, com capacidade anual para produzir um milhão de quilates, cujos trabalhos de prospecção iniciaram em 2004, vai render cerca de 250 milhões de dólares norte-americanos, informou esta quinta-feira o presidente do conselho de administração da Endiama EP, Carlos Sumbula.

Em declarações à imprensa, à margem da inauguração da referida mina, feita pelo ministro da Geologia e Minas, Francisco Queiroz, informou que o investimento no CAT-E42 foi de mais de 50 milhões de dólares norte-americanos.  

Cento e cinquenta novos postos de trabalhos serão gerados neste projecto, que foi abençoado na sua inaguração por dom Manuel Imbamba, arcebispo metropolitano da diocése de Saurimo.

 “Esta mina terá um impacto positivo, apesar de ser pequena, terá um rendimento de cerca de 250 milhões de dólares, o que irá alargar as receitas para o Estado, bem como contribuir no crescimento da economia nacional e permitir a arrecadação de divisas”, sublinhou Francisco queiroz.

Disse que a Endiama vai continuar a desenvolver acções que visam a descoberta de mais reservas a nivel do país, com vista a criação de mais empregos e consequentemente o crescimento da economia.

Assegurou que serão implementados projectos sociais nos bairros circunvizinhos da mina.

Lembrou que no ano transato a Endiama produziu atraves da exploração de diamantes, cerca  um bilião e 100 milhões de dólares.

O projecto, localizado a sete quilómetros da mina do Catoca, será explorado até 150 metros de profundidade e conta com uma reservas na ordem de cinco milhões e 500 mil toneladas de minério.

O mesmo, com um tempo de vida útil de quatro anos, ocupa uma área de cinco hectares, surge na sequência de uma estratégia liderada pela Endiama, com vista ao aumento da reserva nacional de diamantes.

Em 2015, foi feita uma mostragem para confirmação da qualidade da chaminé, onde foram explorados 605 mil metros cúbicos, tendo sido extraídas mais de 20 toneladas de minério.

A exploração do kimberlito de Catoca teve início a 11 de Fevereiro de 1997 com o tempo de vida inicialmente previsto para 40 anos, uma exploração que vai até a profundidade de 400 metros. A Chaminé ocupa uma área de 64 hectares.

A exploração é feita a céu aberto, utilizando o sistema de mineração com escavação por avanços e transporte rodoviário.

A Sociedade Mineira de Catoca Lda é uma Empresa angolana de prospecção, exploração, recuperação e comercialização de diamantes, constituída pela Endiama, Alrosa,  LLV e Odebrecht.

Além do Kimberlito de Catoca, que explora na Lunda Sul, a empresa tem participação maioritária em concessões como a do Luemba, Gango, Quitúbia, Luangue, Vulege, Tcháfua e Luaxe.

Estiveram na inauguração, a governadora da província da Lunda Sul, Cândida Narciso, directores provinciais do Ministério da Geologia e Minas e responsáveis da Sociedade Mineira do Catoca.

TPA/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois