Cultura

Relação entre homem e natureza em exposição

dd

“Diálogos I Personagens, Territórios e Situações” é o título da mais recente exposição individual do artista Don Sebas Cassule, a ser inaugurada hoje, às 18h00, no Espaço Luanda Arte “ELA”, na Baixa da cidade.

De acordo com o artista, a exposição pretende registar, interpretar e reflectir sobre as acções quotidiana do homem interagindo com o próximo e o ambiente, de forma consciente ou não, procurando deixar um legado cultural positivo às gerações vindouras.

A exposição, disse Don Sebas Cassule, analisa o “meio e os meios no âmbito do espaço em que o homem vive e desenvolve as suas actividades, alterações provocadas pelas suas acções por intermédio das brincadeiras, criações, invenções e imitações”.
Sendo a cultura um aglomerado comum de sentimentos, interpretações, invenções e criações, realçou Don Sebas Cassule, permite a um determinado grupo de indivíduos praticar acções colectivas resultando a memória comum de uma colectividade.

O objectivo, explicou o pintor, é entender a partilha da memória conjunta dos pequenos, médios e grandes grupos, consoante os diferentes contextos e diferentes situações em que as personagens produzem acontecimentos em determinados territórios é um interessante desafio.
A esta experiencia de produzir obras de arte de forma estruturada com técnicas mistas sobre diversos suportes, instalações e performances, Don Sebas Cassule  chama  “Diálogos I Personagens, Territórios e Situações”, que, segundo ele, “pretende compreender os processos baseados na interacção, interpretação e conservação dos aspectos herdados e de acordo com as circunstâncias”.

Outro objectivo da exposição, explicou o artista, é “inventar e reinventar, criar e recriar permanentemente a cultura com a intenção de encontrar, buscar, e produzir respostas e soluções para as diversas situações protagonizadas pelos personagens em diferentes territórios do mundo moderno e contemporâneo cada vez mais imprevisível”.
Sebastião Joaquim N’debela Cassule, desenhista, instalador e pintor autodidacta, técnico de manutenção de electrónica de avião, nasceu em Camabatela,  a 12 de Março de 1968.   

É membro da União Nacional de Artistas Plásticos (UNAP) e da Associação Internacional de Artes Plásticas “l’Aigle de Nice”, com sede em Nice, França. Foi premiado com o segundo prémio (Prix 5ème Conselho Regional PACA “Ville de Roubion”; “2ème Prix L'Invité d'Honneur Alexis MORI”, no Grande Prémio Internacional de Artes Plasticas “l’Aigle de Nice” em Nice, em 1998. Em Novembro de 2007   foi agraciado com o Prémio Mérito e Dedicação Francesa pela Associação Nacional de Mérito e Dedicação de França.

Fonte: JA/BA

 

 

 

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

35°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois