Cultura

Ministra da Cultura quer mais estudos sobre monumentos de cariz religiosos

dd

Carolina Cerqueira, Ministra da Cultura, durante visita ao Palácio de Ferr

Foto: Joaquina Bento/Angop

Carolina Cerqueira, Ministra da Cultura, durante visita ao Palácio de Ferr

Foto: Joaquina Bento/Angop

A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, apelou nesta terça-feira, em Luanda, os investigadores e peritos ligados ao estudo a acervos monumentais a terem particular atenção a monumentos de índole religioso por transmitirem religiosidade e o uso e costumes do povo angolano.

Carolina Cerqueira fez este apelo durante uma visita ao  Palácio de Ferro e na Casa de Cultura Brasil/Angola no âmbito da celebração do 18 de Abril, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

A governante ressaltou a necessidade de se estudar, investigar e ampliar estes monumentos, com particular atenção, explicando que a cultura que é transmitida pelas igrejas e que reflecte a religiosidade são fundamentais para as sociedades.

A ministra apontou a Nossa Senhora da Muxima, a Igreja da Catumbela e Cambambe e o Corredor do Kwanza com enorme acervo de monumentos e sítios e que têm merecido particular atenção do Ministério da Cultura e de parceiros privados que ajudam a classificar e a restaurar monumentos em diversas áreas.

Para Carolina Cerqueira, o património cultural é de riqueza imensa e que deve continuar a ser restaurado, reabilitado, preservado e divulgado para que todos conheçam a riqueza cultural que o país tem de Cabinda ao Cunene e do mar ao leste.

Apesar do estado preocupante de alguns monumentos e sítios, fruto dos reflexos do conflito que o país viveu e da crise económica, a ministra mostrou-se confiante na reabilitação e restauro das infra-estruturas de forma a dar dignidade e valorização que a cultura merece.

Carolina Cerqueira disse que a cultura no seu todo associado a riqueza nacional permite o conhecimento das pessoas e a difusão de ideias.

A ministra chamou ainda atenção para a preservação dos mais de 200 monumentos identificados e classificados que o país possui e para os mais de 2000 monumentos e sítios inventariados.

No seu entender, o futuro dos monumentos e riquezas patrimoniais do país passa por iniciativas publico privadas e que o Ministério da Cultura tem vindo a desenvolver actividade profícua, exemplar e de referência.

A governante mostrou-se satisfeita com o trabalho desenvolvida pelos parceiros, com a inclusão da juventude na vida cultural e sobretudo na sua formação e aquisição de conhecimento.

A ministra augura que virão novos monumentos e iniciativas como do Sindika Dokolo que servirão de incentivo a jovens nações para se interessarem pela história e acervo cultural do povo angolano.

Fonte: Angop/ AF


PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois