Ciência

Seis superalimentos que combatem a depressão e a ansiedade

dd

Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, número com tendência a aumentar, sendo considerada a nova ‘epidemia do século XXI’.

Quem sofre de depressão pode sentir-se permanentemente sem energia, com o humor afetado, sem interesse e sem vontade de realizar tarefas comuns do dia a dia, incluindo aquelas que antes lhe davam prazer (como, por exemplo, ler ou estar com os amigos); além de potencialmente experienciar sintomas físicos como dores de cabeça, de estômago, perda ou aumento de peso. 

O cérebro humano produz substâncias conhecidas por neurotransmissores que controlam inúmeras funções cerebrais. Um destes neurotransmissores, a serotonina, é responsável por comunicar ao cérebro a sensação de bem-estar, regulando o humor e contribuindo também para a sensação de saciedade.

Entenda como a alimentação pode influenciar a produção de serotonina

A alimentação pode ajudar a produzir mais serotonina, aumentando o bom humor e ajudando no combate da depressão, entretanto, é importante lembrar que esta não substitui o tratamento da doença, que inclui acompanhamento psiquiátrico e dependendo do caso a toma de medicação. 

De modo a ocorrer uma produção cerebral da serotonina é imperativo o consumo de ‘matérias primas’ (chamadas de cofatores) fundamentais para a sua síntese, como por exemplo: triptofano (aminoácido), magnésio, cálcio (minerais), vitamina B6 e ácido fólico.

Eis seis alimentos que melhoraram o humor e podem ajudar a aliviar os sintomas da depressão e ansiedade:

1. Maçã e laranja

Estas frutas fornecem ácido fólico, cujo consumo está associado a uma menor prevalência de sintomas depressivos. Além disso, por ser rica em vitamina C, a laranja promove o melhor funcionamento do sistema nervoso, garante energia, ajuda a combater o stress e previne a fadiga.

2. Nozes e amêndoas

Estes frutos secos são ricos em selénio, um poderoso agente antioxidante que contribui para a melhoria dos sintomas de depressão, auxiliando na redução do stress. Recomenda-se o consumo de cinco unidades de nozes ou de 10 a 12 unidades de amêndoas.

3. Ovos

São uma ótima fonte de tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), que influenciam o bom humor. Recomenda-se a ingestão de um ovo por dia.

4. Mel

Este alimento estimula a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Para usufruir dos benefícios, coma duas colheres de sobremesa por dia. 

5. Banana

A banana é rica em hidratos de carbono, potássio e magnésio. Também é fonte de vitamina B6, que produz energia. Esta fruta diminui a ansiedade e ajuda a dormir melhor. 

6. Aveia e centeio

Os dois são ricos em vitaminas do complexo B e vitamina E. Tanto a aveia como o centeio melhoram o funcionamento do intestino, combatem a ansiedade e a depressão.

 

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo