Ciência

Mars 2020: NASA quer enviar um helicóptero a Marte

dd

A concretizar-se, será uma estreia. A NASA pretende usar um helicóptero pela primeira vez noutro planeta. A Mars 2020, que descola em julho de 2020, vai levar a bordo um pequeno helicóptero, do tamanho de uma bola de futebol cujas hélices vão rodar a 3000 rpm, cerca de dez vezes mais do que aqui na Terra. O pequeno aparelho foi desenhado especificamente para operar na superfície de Marte, com duas hélices e um peso a rondar os dois quilos.

O helicóptero vai ser integrado numa sonda semelhante a um carro, que o irá levar até ao ponto de partida para a exploração. Depois, o carro afasta-se e vai servir de entreposto para os controlos que serão enviados a partir da Terra para o aparelho voador, explica a Reuters.

Os investigadores pretendem, com o helicóptero, demonstrar que é viável e útil usar este tipo de aparelhos em Marte e conseguir chegar a locais inacessíveis para exploração.

O objetivo é percorrer um plano de testes de 30 dias, que inclui até cinco voos, que irão gradualmente ter mais altura e duração. O helicóptero contem células solares para recarregamento de baterias de iões de lítio e um sistema de aquecimento para manter a temperatura nas noites geladas.

A missão deve descolar em julho de 2020, da Florida, e chegar a Marte em fevereiro de 2021.

Fonte: Exame Informática / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

14°C

Amanhã

Depois

Hoje

16°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

15°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

17°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

19°C

Amanhã

Depois