Ciência

Apple ameaça eliminar apps que espiam utilizadores

dd

A Apple parece não ter visto com os melhores olhos a investigação do TechCrunch que revelou que algumas apps para iOS gravavam o ecrã dos iPhones enquanto estavam a ser usadas. De acordo com a publicação, as apps em questão usavam um software de nome Glassbox que alegadamente conseguia captar informação de cartão de crédito e palavras-passe caso fossem utilizados.

Assim, a Apple está a exigir que as empresas responsáveis removam o software ou tenham as suas apps removidas por inteiro da App Store.

“Proteger a privacidade dos utilizadores é nuclear para o ecossistema da Apple. As nossas Directrizes de Avaliação da App Store exigem que as apps peçam o consentimento explícito dos utilizadores e providenciem um indicador visual claro quando estão a gravar, registar ou qualquer outra forma de gravar a atividade dos utilizadores. Notificámos os ‘developers’ que estão a violar estes termos e diretrizes de privacidade e tomaremos ação imediata se necessário”, pode ler-se no comunicado partilhado pela Apple com o TechCrunch.

Em reacção, a Glassbox, afirma que a investigação do TechCrunch é “enganadora” e defende o uso do software indicando que “ajuda as empresas a perceberem melhor como os consumidores usam os seus serviços e onde e porque é que estão a ter dificuldades”.

Fonte: NM / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo