Outras modalidades

Verstappen aceita que parceria com a Honda não será “perfeita” de cara

dd

Holandês coloca expectativas baixas para primeiras provas da temporada, mas diz que espera lutar por bons resultados

Max Verstappen diz que aceita que o motor da Honda não será “perfeito” imediatamente quando o novo carro de Fórmula 1 da Red Bull fizer sua estreia na pista.

Falando em um vídeo da Red Bull publicado antes do lançamento do RB15 nesta quarta-feira, Verstappen falou sobre a nova parceria da Honda: "estamos esperando muito”.

"Estamos todos muito positivos, mas também precisamos de um pouco de tempo. Não é na primeira corrida que tudo será perfeito.”

"Com certeza, haverá momentos em que, como equipe, vamos cometer erros ou talvez não aconteça algo como queremos.”

“O que é muito importante é que a equipe e a Honda estão se esforçando muito para melhorar o desenvolvimento.”

“No momento, estou claro: sou muito otimista, mas também realista. O tempo dirá como vamos."

Verstappen, que venceu duas corridas com o motor Renault no ano passado, descreveu recentemente sua experiência com a nova Red Bull-Honda no simulador como "positiva".

No entanto, ele quer reservar seus julgamentos até o teste de pré-temporada, que começa na Espanha na próxima semana.

“O que mais espero é o início da temporada e ver como toda a equipe está operando em conjunto com a Honda e como o desempenho do motor está em relação ao chassi.”

"Estou muito animado para ligar o motor.”

“Eu realmente quero sentir como acelera, reduz marcha, como a dirigibilidade e quanta potência existe.”

"A partir daí, você começa a trabalhar em conjunto com o carro e o que pode melhorar."

Fonte: F1/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo