Outras modalidades

Vandoorne: Para bater Alonso, você precisa ser perfeito”

dd

De saída da Fórmula 1 após dois anos decepcionantes na McLaren, Stoffel Vandoorne falou sobre sua parceria com Fernando Alonso.

Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com, o belga reconhece que o relacionamento com Alonso é "bom", mas que ele preferiria que ambos estivessem lutando por pódios e vitórias com a McLaren.

"Eu trabalhei de perto com ele nos últimos dois anos e sempre tivemos um bom relacionamento”, afirmou.

“Dada a situação que nós passamos esses anos, foi um relacionamento fácil de gerir. Para ser honesto, eu teria preferido ter estado em uma situação na qual lutamos por pódios e vitórias. Isso poderia ter dificultar as coisas para nós."

"Aprendi muito com Fernando. Ele ainda é um dos pilotos mais bem sucedidos na Fórmula 1 e um dos maiores talentos no grid. No início, eu aprendi muito sobre como gerenciar um fim de semana e como me preparar para alcançar o desempenho no domingo."

Vandoorne reconhece que percebeu com o espanhol a importância de estar na pista para aprender todos os detalhes da pista e do carro. O belga foi derrotado em 18 dos 26 grandes prêmios ao lado do espanhol até o GP do México de 2018.

"Eu não sabia no início o quão importante é passar tempo na pista, fazendo long runs e dirigir em diferentes configurações para ver como estão as coisas. Assim, no domingo você tem uma ideia clara de como as coisas serão. Então, é importante no negócio das corridas não cometer erros e transformar todo esse conhecimento em bons resultados.”

Quando perguntado se é especialmente difícil ter um bicampeão mundial na garagem ao lado, Vandoorne respondeu: "Não, não especialmente, eu sabia que com Fernando eu teria um dos melhores pontos de referência que eu poderia querer. Para fazer melhor ou iguala-lo, tudo tem que ser perfeito, você sabe que se você tem alguém como Fernando ao seu lado. Acho que foi uma boa experiência para mim tê-lo como parceiro”.

Fonte: NM/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo