Outras modalidades

Márquez vence em casa na MotoGP; Dovizioso é 4º e Rossi 6º em Jerez

dd

Piloto da Honda largou bem para dominar o GP da Espanha, liderando pódio que teve os também espanhóis Alex Rins e Maverick Viñales

Saindo da terceira posição do grid, Marc Márquez largou bem com a Honda e assumiu a liderança da corrida para vencer em casa na etapa da Espanha da MotoGP (veja fotos abaixo). O pentacampeão liderou toda a prova e não deu chances para a concorrência. O segundo colocado foi Alex Rins, em grande recuperação após largar em nono com a Suzuki. Maverick Viñales, da Yamaha, completou o top-3 completamente espanhol, para a alegria da torcida presente em Jerez.

Andrea Dovizioso terminou em quarto com a Ducati e perdeu a ponta do campeonato para Márquez. O italiano Danilo Petrucci, companheiro e conterrâneo de Dovi, foi o quinto colocado. Logo atrás, veio Valentino Rossi, com a Yamaha. Em grande prova de recuperação, o 'Doutor' foi escalando posições para chegar em sexto após largar em 13º.

A corrida

Na largada, Márquez saltou bem com a Honda e assumiu a liderança. Franco Morbidelli também passou o pole e companheiro de Yamaha Petronas Fabio Quartararo, enquanto Viñales ultrapassou Dovizioso. Saindo de 13º, Rossi subiu para a 10ª colocação. Estas posições se mantiveram por algumas voltas.

A 12 voltas do fim, Quartararo teve problemas mecânicos em sua moto e foi diminuindo até recolher para os boxes. Pouco antes, ele havia sido ultrapassado por Morbidelli. Nessa altura, Rins também fizera bom progresso, avançando ao segundo posto com o abandono do pole position. O espanhol largou na nona posição com a Suzuki.

Faltando 10 voltas, Viñales ultrapassou Morbidelli, voltando ao top-3 atrás de Rins e Márquez, que liderou com soberania. Logo após, Dovizioso também ultrapassou o italiano da Yamaha Petronas, mantendo-se forte na briga por pontos importantes no campeonato.

Em seguida, foi a vez de Petrucci, companheiro de Dovi, ultrapassar Morbidelli. Enquanto isso, Rossi se aproximava de Jack Miller. A sete voltas do fim, o heptacampeão conseguiu passar o piloto da Pramac. O australiano ainda cairia no fim da prova, abandonando. Já Jorge Lorenzo, em mais uma corrida decepcionante, aparecia apenas em 13º. Ele terminaria só uma posição à frente.

Faltando seis voltas, Morbidelli seguiu perdendo rendimento e foi ultrapassado por Cal Crutchlow, britânico da Honda LCR. Logo depois, Rossi passou por ambos, avançando ao sexto posto. Já Viñales ultrapassou Dovizioso para voltar ao terceiro lugar.

Enquanto isso, Márquez seguia na ponta com tranquilidade. O pentacampeão tinha quase 4s de vantagem para a Suzuki de Rins. Já Dovizioso tentava armar o bote em Viñales em busca do pódio e da liderança do campeonato.

No fim das contas, as posições foram mantidas, confirmando Márquez, Rins e Viñales no pódio completamente espanhol em Jerez. Morbidelli ainda passou Crutchlow para chegar em sétimo, em prova decepcionante para a Yamaha Petronas. Quartararo foi visto chorando depois do abandono em virtude do problema mecânico de sua moto. No sábado, ele se tornou o pole position mais jovem da história da MotoGP.

Fonte:Motorsport/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo