Outras modalidades

Jogos Africanos definem presença em Tóquio'2020

dd

A disputa da 12ª edição dos Jogos Africanos, a decorrer em Rabat, de 23 de Agosto a 3 de Setembro, é a oportunidade para as modalidades individuais garantirem presença nos Jogos Olímpicos do Japão, Tóquio'2020.

Em declarações à Rádio Cinco, o chefe da missão angolana, Auxílio Jacob, defendeu ser o momento ideal de união de forças entre o Comité Olímpico Angolano (COA) e o Ministério da Juventude e Desportos(Minjud), visando a criação de condições e consequentemente a melhoria da classificação anterior.
“Para as disciplinas individuais, os Jogos constituem uma possibilidade de qualificação para a maior montra desportiva. Do ponto de vista técnico e de organização, vamos fazer a nossa parte. Nas conversas e encontros com a Direcção Nacional acreditamos que rumamos para esse sentido. Devemos criar as condições até final de Maio, na pior das hipóteses até 10 de Junho. Deste modo a missão vai produzir os melhores resultados”, explicou.
Segundo o secretário-geral do COA, António Monteiro “Bambino”, será mais difícil melhorar a classificação com a exclusão dos atletas paralímpicos e do xadrez .
“É preciso que nas edições futuras o país pense de forma diferente . A natação e o atletismo, nas duas classes, representam mais ou menos 80 medalhas em disputa.
O país que dominar as duas, seguramente, vence a prova. Todas as outras modalidade dependem do atletismo. Deve ser feito um investimento forte”, disse o dirigente, que aconselhou ser preciso deixar de conversas e passar para a acção.

Fonte: JA/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo