Outras modalidades

Fórmula 1: "Eu não estou pilotando no meu melhor", diz Vettel

dd

Tetracampeão mundial da categoria máxima do automobilismo disse que reação "não natural" de seu carro novo o atrapalha em 2019

Sebastian Vettel disse que não está pilotado no seu “melhor" no início da temporada 2019 da Fórmula 1 porque a maneira como sua Ferrari está respondendo na pista "não é natural". A equipe tem lutado para retomar seu ritmo de pré-temporada nos GPs. E nas melhores corridas para a escuderia até aqui, no Bahrein e no Azerbaijão, o tetracampeão não foi tão rápido quanto o novo companheiro Charles Leclerc.

Vettel tem dois terceiros lugares nos últimos dois GPs e está à frente de Leclerc no campeonato, mas acredita que a Ferrari deve encontrar mais performance para lutar contra a Mercedes e encontrar mais ritmo em si mesma.

"Precisamos de ritmo mais forte, simples assim", disse Vettel. "Precisamos ser mais rápidos. Parece que para nós é mais um esforço grande colocar o carro na janela certa de configuração, enquanto talvez para a Mercedes pareça mais fácil”.

"Especialmente em um lugar como Baku, você precisa da confiança no carro. Eu ainda não cheguei lá. Eu posso sentir que não estou dirigindo no meu melhor porque simplesmente a resposta do carro não é natural”, completou.

Os picos de Vettel não são tão impressionantes quanto os de Leclerc até agora nesta temporada. A diferença de cinco pontos no campeonato é parcialmente explicada pelas ordens de equipe recebidas pelo monegasco.

Leclerc também conquistou a única pole da Ferrari em 2019, no Bahrein, onde perdeu a vitória por um problema eletrônico. "No momento, não estou tão insatisfeito com o carro", disse ele ao Motorsport.com quando questionado se compartilhava o desconforto de seu companheiro de equipe com o SF90.

"Talvez precisemos trabalhar um pouco na corrida. Acho que na qualificação o carro foi incrível, na corrida eu tenho um pouco mais de problemas de equilíbrio. Mas esses são pequenos problemas e tenho certeza que se trabalharmos nisso nós vamos superar".

Vettel argumenta que seu pico é menor porque ele está dirigindo com mais cautela enquanto está insatisfeito com o manuseio do SF90. "Quando a performance não está lá, você não arrisc tanto para não cometer erros", disse. “Precisamos olhar para frente e melhorar a maneira como lidamos com as coisas, a maneira como trabalhamos, e mais rápido”.

Fonte:F1/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo