Outras modalidades

F1: Leclerc x Vettel em jogo no GP de Abu Dhabi

dd

Depois de uma segunda metade impressionante, a temporada 2019 da Fórmula 1 chega ao final neste fim de semana, no GP do Abu Dhabi. Com títulos de pilotos e construtores definidos, as atrações da etapa noturna serão bem menos estratégicas, mas não menos emocionantes.

E um dos principais pontos é justamente a definição do favorito à vitória. Como em poucas vezes ao longo do ano, é difícil apontar uma escuderia ou competidor que leve vantagem absoluta em Yas Marina. As estatísticas nos levam a crer que Lewis Hamilton levará a melhor, mas a Ferrari diz ter achado a receita para andar rápido em curvas de baixa e a Red Bull mostrou bastante potência no GP do Brasil. Tendo tudo isso em vista, é difícil apostar no vencedor do próximo fim de semana.

De todo modo, um outro duelo deve agitar a briga no pelotão de elite da F1 em Abu Dhabi. Após relativa pacificação nas últimas etapas, Charles Leclerc e Sebastian Vettel voltaram a protagonizar 'cenas lamentáveis' em Interlagos e chegam em clima tenso para o encerramento de 2019. 

Ainda entre os pilotos da frente, mas sem tanta polêmica quanto a que envolve a dupla da Ferrari, Valtteri Bottas (punido) e Alex Albon terão a última chance para bater os companheiros Hamilton e Max Verstappen. Assim, quem sabe, começam 2020 com confiança renovada.

Apesar da promessa de boas batalhas entre os principais destaques do campeonato, o meio e o fundo do grid também têm atrações particulares. De saída da Renault e sem vaga para o ano que vem até o momento, Nico Hulkenberg pode dar adeus à F1 após 10 temporadas. Já Robert Kubica realmente vai pôr um ponto final em sua carreira como piloto titular e fará sua última corrida pela Williams na sofrível temporada que marcou seu impressionante retorno à elite do automobilismo.

Depois de um começo de temporada monótono e amplamente dominado pela escuderia germânica, Red Bull e Ferrari despertaram após as férias e agitaram a F1 em 2019. Não foi o suficiente para impedir o hexacampeonato de construtores do time alemão, mas a evolução das rivais das 'Flechas de Prata' é tamanha que chegamos ao encerramento do atual campeonato com três equipes brigando pela vitória. A ver quem leva a melhor no circuito de Yas Marina.

A crescente rivalidade entre a dupla de pilotos da Ferrari vinha sendo pacificada pelo time de Maranello após as polêmicas do GP da Rússia. Entretanto, o 'cessar-fogo' não durou muito tempo na escuderia italiana. Com a batida e o abandono duplo no GP do Brasil, a tensão voltou a se instaurar nos boxes vermelhos. E a pressão é maior sobre Vettel: embora tetracampeão, o germânico está atrás do jovem companheiro monegasco, que leva a melhor na tabela de pontos.

Fonte:NM/RM

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo