Futebol Nacional

Girabola: Jogadores do Saurimo FC "quebram" greve

dd

A equipa do Saurimo FC, que esteve em greve desde segunda-feira última, devido a atraso salarial e de prémios de jogo (seis meses), voltou a treinar hoje, sexta-feira, para preparar o jogo deste sábado, em Luanda, frente ao 1º de Agosto, referente a 24ª jornada do campeonato nacional da primeira divisão (Girabola2018/19).

A decisão dos atletas resulta de um encontro mantido com o governador da Lunda Sul, Daniel Neto, que prometeu estimular os jogadores com algum valor monetário, depois do jogo diante do líder do campeonato.

O governador disse no encontro que está a encetar contactos com os empresários locais, no sentido de se pagar parte dos salários em atraso, apelando serenidade aos jogadores.

Por seu turno, o capitão da equipa, "Dudu", garantiu que o grupo decidiu fazer o jogo com o 1º de Agosto e, "se a promessa não for cumprida, partirão para uma  greve definitivamente".

“Decidimos quebrar, de forma temporária, esta greve, porque o governo garantiu resolver parte do problema. Vamos à Luanda, para tentar conquistar os três pontos que são muito importantes para nós, uma vez que nos encontramos na zona de despromoção”, realçou.

Acrescentou que o conjunto exige, no mínimo, o pagamento de três dos seis meses de salários em atraso.

Fontes ligadas à direcção do clube revelaram à Angop que o salário dos jogadores é de 100 mil Kwanzas. Para a solução da situação, precisa-se de mais de 90 milhões de Kwanzas.

O Saurimo FC, fundado em 2018, ano em que ascendeu à primeira divisão, conta apenas com uma modalidade. Ocupa a 16ª posição na classificação do Girabola2018/19, com 15 pontos, numa prova comandada pelo 1º de Agosto, com 48 pontos.

TPA com Angop/EG

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo