Futebol Nacional

1º de Agosto perde diante da Académica do Lobito por 1-3

dd

O 1º de Agosto complicou à sua passagem aos quartos-de-final da Taça de Angola ao perder em casa, ontem, por 1-3, diante da Académica do Lobito, e tem de decidir a eliminatória no terreno do adversário, na próxima quarta-feira, no estádio do Buraco.
A forte entrada dos agostinos no desafio com um golo madrugador de Geraldo, aos 4´, a finalizar um cruzamento de Natael, não intimidou os estudantes que deram mostras de vir a capital do país com a lição bem estudada. Foi assim que não tardou em restabelecerem a igualdade através de Milambo, aos 15´, de cabeça.
Depois do empate os pupilos de Silvestre Pelé agigantaram-se no desafio, tiveram três jogadas que podiam terminar em golo, mas em duas delas, os avançados não tiveram a pontaria em dia e na outra, Tony Cabaça teve de recorrer aos instintos para negar um novo festejo dos forasteiros.
A equipa da Académica do Lobito jogava à vontade, parecia estar em sua casa e dava trabalho aos defesas militares, com um futebol pragmático chegava rápido ao último reduto adversário.
Milambo, Chiló e Zizi eram os protagonistas das jogadas que levavam o perigo à baliza de Tony Cabaça, que teve uma tarde de muito trabalho. O jogo estava animado com maior sinal para a equipa visitante, que ao fim da primeira parte podia estar a ganhar por uma diferença de dois golos.
Depois da exibição patenteada pela Académica do Lobito, na semana passada diante do Petro de Luanda, a equipa do 1º de Agosto estava avisada do perigo que representada enfrentar os estudantes do Lobito, mas deixou-se levar na conversa.
Ao técnico Dragan Jovic cabia mudar a atitude dos agostinos, que tinham em Geraldo e às vezes Guelor, nos jogadores mais inconformados. Aliás, os rubro e negros reclamaram um penalte cometido sobre um dos seus atacantes.No segundo tempo o técnico  militar mexeu nas suas peças, lançou Medá e Vado para os lugares de Catraio e Guelor, em busca de uma reacção a altura do que se precisava, tendo em conta o atrevimento dos visitantes na primeira metade. De facto, as substituições surtiram o efeito desejado, pois, voltaram a ter o domínio do meio-campo, mas sofriam os contra-ataques dos lobitenses.
Nesta altura, era o 1º de Agosto quem estava mais próximo de marcar, mas os seus jogadores caíam várias vezes no fora-de-jogo, situação que beneficiava o adversário. Por conseguinte, foram os pupilos de Silvestre Pelé quem mais acreditaram e fizeram a cambalhota do marcador através de Chiló, aos 66´, numa jogada típica de contra-ataque.
Estavam em apuro os militares, pela primeira vez viram-se numa posição de desvantagem e tinham de correr atrás do prejuízo para pelo menos, evitar a derrota em sua casa.
Ibukun desperdiçou uma excelente oportunidade ao rematar para cima com a baliza aberta, já no período de compensação. O balde de água fria aconteceu aos 90+3´com Chiló a bisar, após um cruzamento de Jiresse, num desafio com pouco público nas bancadas.

Fonte: Jornal dos Desportos/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

18°C

Amanhã

Depois

Hoje

20°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois