Futebol Internacional

Palancas Negras deram mais um passo na corrida ao apuramento ao CAN2019 nos Camarões.

dd

Com quase quarenta e quatro mil pessoas exibindo as cores tradicionais da bandeira nacional e dos clubes mais emblemáticos do país, a selecção nacional contou com o apoio dos adeptos durante os noventa minutos de jogo que, culminou com a vitória de 1-0 diante do Botswana, jogo referente a segunda jornada do grupo I de apuramento ao Can 2019 nos Camarões.

Ávidos de apreciar uma boa partida de futebol, com uma equipa  integrada por  jogadores que têm estado em grande na Europa e que algum tempo não jogavam pelos Palancas Negras, bem como alguns que despontaram no Girabola terminado, domingo passado , dois de Setembro,  o estádio 11 de Novembro, registou uma enchente  que já não se fazia sentir no maior recinto desportivo do país,  há  quase um ano e meio.

As longas filas de pessoas e viaturas que se faziam sentir na parte exterior do recinto, não desencorajaram os adeptos, a fazerem parte da festa que pode transformar em sonho, para a nova geração de futebolista, a qualificação da selecção ao torneio das Nações em Junho do próximo ano.

Foi possível ver famílias organizadas em grupo, integradas por  algumas crianças que ostentavam nas suas vestes a cor  preta, vermelha e amarela, onde um dos primeiros passos era a busca de um ingresso para o acesso ao recinto, bilhetes  cujo os preços mais baixos eram de cem Kwanzas (100) e o mais altos  três mil Kuanzas (3000).

A segurança do local era mantida por uma  organização conjunta entre a Polícia Nacional e Stwards e começou na parte exterior do estádio, com filas organizadas , onde  os instrumentos de sopro e percussão bastante audíveis  eram tocados com uma certa qualidade profissional.

Aos vinte nove minutos deu-se a explosão de alegria, Gelson Dala com o pé esquerdo fez o único golo da partida que colocou os onze nacionais  na rota mais próxima  da festa do futebol africano.

A explosão de alegria voltou a registar-se no estádio mais uma vez, quando o treinador angolano chamou o” experiente” médio Job,  a juntar-se aos companheiros  em campo e com Angola ainda a liderar o marcador.

Uns mais entusiastas do que outros e cada um a sua maneira, a festa prosseguia sempre caracterizada pela vontade de se chegar ao golo da tranquilidade, o que não veio a acontecer.

Gelson Dala em  boa forma desportiva na formação lusa do Rio Ave, foi por diversas vezes travado em falta, sendo que ao longo dos 90 minutos de jogo, o prestigiado árbitro do encontro Bakari Gassama, apenas exibiu uma cartolina amarela.

Os angolanos voltam a ter a  oportunidade de ver os palancas negras, no próximo dia 12 de Outubro quando receberem no estádio 11 de Novembro  a líder da competição a Mauritânia  com seis pontos.

TPA com Angop/LD

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

35°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

36°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

36°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

38°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois