Futebol Internacional

Palancas Negras ao ataque estimulados pelos adeptos

dd

Selecção nacional sénior masculina de Futebol

Foto: Edições novembro| Kindala Manuel

Selecção nacional sénior masculina de Futebol

Foto: Edições novembro| Kindala Manuel

Ao ataque e impulsionados pelos adeptos, os Palancas Negras partem hoje às 16h00, frente os Zebras do Botswana, no Estádio Nacional 11 de Novembro, apostados na construção de uma nova era competitiva no continente, com a melhoria do posicionamento classificativo, no Grupo I da campanha de apuramento para a Taça de África das Nações de Futebol, a ter lugar o próximo ano, nos Camarões.

No primeiro compromisso do técnico Srdjan Vasiljevic, sem restrições na chamada dos jogadores, depois da disputa do CHAN, em Janeiro, no Reino de Marrocos, e da Taça Cosafa, em finais de Maio e princípio de Junho, na África do Sul, provas reservadas a futebolistas que competem nos respectivos países, a Selecção Nacional de Honras persegue a estreia a vencer, na corrida à grande festa continental do “desporto rei”.


Entre vários regressos, com destaque para os do guarda-redes Tony Cabaça, quase uma década afastado das convocatórias, e do avançado Mateus Galiano, detentor do registo de longevidade na equipa nacional, dada a presença em vários CAN, e algumas estreias, caso do médio Mário Balbúrdia, grande achado do plantel tricampeão do 1º de Agosto, o país desportivo é chamado a dar as mãos e começar a pintar um quadro classificativo animador.


A derrota (1-3) na primeira jornada, diante do Burkina Faso, em Ouagadougou, ainda sob o comando do técnico hispano-brasileiro Roberto Bianchi, numa partilha entre a Federação e o Petro de Luanda, beliscou o objectivo de apuramento, mas deixou claro que os Palancas Negras têm larga margem de progressão.


Sempre com o foco no rejuvenescimento da Selecção, os angolanos entram em campo determinados em conquistar os três pontos, por forma a não perder de vista os Cavalos burkinabes e os Mourabitones da Mauritânia, na disputa de um dos dois lugares no percurso rumo aos Camarões.

Entretanto para apoiar o 11 nacional,  excursionistas de vários pontos do país continuam a chegar para fazer o papel de 12º jogador.

Ainda sem qualquer ponto somado, o jogo desta tarde, sob a arbitragem do gambiano Bakary Papa Gassama, auxiliado pelos compatriotas Nfally Jarju e Omar Darboe, a Selecção Nacional está obrigada a vencer e, assim, surgir forte a 12 Outubro, na recepção à Mauritânia, bem como a 18 de Novembro, frente ao Burkina Faso, no mesmo recinto. A campanha termina a 22 de Março, com a visita ao Botswana.

TPA com JA / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

35°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

37°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

36°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

36°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

38°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois