Futebol Internacional

Comité Paralímpico africano vai ter sede em Angola

dd

O Comité Paralímpico Africano (CPA) terá um espaço para funcionar nas instalações da galeria do desporto no complexo da Cidadela, cujas obras iniciadas em 2009 terminam em Junho próximo, afirmou ontem (terça-feira) à imprensa o presidente da instituição, o angolano Leonel da Rocha Pinto. 

O facto foi anunciado no fim de uma audiência, em Luanda, com o ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, em que o titular reiterou o apoio do executivo ao desporto adaptado nacional e continental.  

Leonel Pinto reiterou que obteve garantias do ministro dos Desportos de que funcionariam no edifício onde será instalada a galeria do desporto, assim que as obras ficarem concluídas.   O também presidente do Comité Paralímpico Angolano afirmou que se trata de uma ajuda que demonstra a disponibilidade do governo de Angola em apoiar a causa dos deficientes, acrescentando, entretanto, que a intenção e que a instituição africana tenha a sua própria sede. 

Indicou que se irá trabalhar provisoriamente na galeria dos desportos, enquanto se criam condições para a edificação de uma infra-estrutura própria, de acordo com a importância de um organismo continental.    

Localizada numa das zonas adjacentes ao Estádio Nacional da Cidadela, o edifício de tutela do Ministério da Juventude e Desportos (MJD), contará com três andares, uma capacidade de mais de meia centena de visitantes, terá salas de conferências, de exposições, biblioteca e videoteca.  

A transferência da sede do Comité Paralímpico Africano do Egipto para Angola (Luanda) é uma pretensão da instituição desde a assumpção do cargo em 2010 pelo angolano Leonel Pinto.



PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo