Basquetebol

Tunísia de Mário Palma campeã pela segunda vez do Afrobasket2017

dd

A selecção tunisina, orientada por Mário Palma, conquistou sábado o segundo título africano de basquetebol sénior masculinos, ao vencer a Nigéria por 77-65, na final da 29ª edição do Afrobasket2017, co-organizado pela Tunísia e Senegal.

A primeira vez que os tunisinos festejaram o título africano foi em 2011, depois de vencerem Angola na final do africano do Madagáscar.

Nem os 20 pontos de Ike Diogu, melhor marcador do encontro, foram suficientes para a Nigéria revalidar o troféu, numa partida em que os tunisinos Ziyed (19 pontos) e Nilzar (16) foram decisivos.

Os nigerianos começaram o jogo fazendo demonstração de força e venceram o quarto inicial por 14-8, com Ike Diogu e Iroegbu Ike a se destacarem, o primeiro na anotação de pontos e o segundo nas assistências, sempre acompanhadas de espectáculo.

Os tunisinos, bem apoiados pelo seu público, que não parava de cantar e apupar o adversário, responderam da mesma forma no segundo quarto, período em que Knioua Nilzar entrou e mudou o jogo. O extremo que não tinha jogado no primeiro quarto fez toda a diferença com oito pontos, liderando a equipa na vitória por 17-10, nesta etapa do encontro, deixando o resultado ao intervalo em 25-24, para os anfitriões.

Depois de uma primeira parte equilibrada, a Tunísia transfigurou-se na etapa complementar e efectuou uma exibição de “encher os olhos” a qualquer adepto. Com uma defesa a homem a todo campo, deixou o adversário sem soluções ofensivas e complementou com uma eficácia avassaladora nos lançamentos de longa distância, alcançando uma vantagem de 15 pontos, a dois minutos do fim do terceiro período. Até ao final os nigerianos apenas reduziram para 12
pontos (52-40).

No último quarto a Tunísia, orientada pelo experiente Mário Palma,  passou a gerir a vantagem, evitando sempre que chegasse a 10 pontos, variando sempre entre 15 a 12 pontos a vantagem

No entanto, quando menos se esperava, uma vez que tinham o jogo controlado, a Nigéria reduziu para oito pontos (67-59), quando faltavam 3 minutos e 31 segundos para o fim do encontro. De repente o pavilhão começou a ficar silencioso e os nigerianos ganharam confiança, mas um triplo de Abada Omar, a 1 minuto e 41 segundos, devolveu a segurança aos tunisinos e ao mesmo tempo obrigou os campeões africanos a “desistir” da partida.

A Tunísia venceu por 77-65 e conquistou o segundo título continental.

TPA com Angop / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

33°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

31°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

34°C

Amanhã

Depois

Hoje

21°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

32°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois